ANPTrilhos, CBTU e AEAMESP realizaram a cerimônia do 8º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários

38
Trilhos Trens
Foto de Carlos Leret por Unsplash
Encontro Semana
Sílvia Cristina, Guilherme Bieler, Mariana Tavares, Frederico Pimentel, Joubert Flores e Adriana Lins na cerimônia

A Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos), a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e a Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô (AEAMESP) realizaram nesta quarta-feira, dia 14 de setembro de 2021, a cerimônia de premiação do 8º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários ANPTrilhos-CBTU, na abertura da 27ª Semana de Tecnologia Metroferroviária da AEAMESP.

O Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários conta com três categorias e os vencedores de cada uma delas foram:

  • Guilherme Bieler, na categoria 1, com o artigo “Impactos da Covid-19 no MetrôRio e estratégias de mitigação de impactos”, produzido em parceria com Fellipe Farias e Anna Clara Fernandes;
  • Mariana Yassuda de Quadros Tavares, na categoria 2, com o artigo “O papel da liderança no enfrentamento da maior crise financeira do setor metroviário”, produzido em parceria com Leandro Kojima;
  • Frederico Cortez Pimentel, na categoria 3, com o artigo “Modernização das opções de meios de pagamento para os clientes da CCR Metrô Bahia – Rede Credenciada”.

“É a primeira vez que a empresa conquista o prêmio e me sinto muito honrado de ter sido o porta-voz, através do artigo ‘Impactos da Covid-19 no MetrôRio e estratégias de mitigação de impactos, deste relato sobre um período tão atípico, intenso e difícil para todos do nosso mercado. Essa conquista só reforça que a união entre as áreas da companhia foi extremamente importante no combate à crise instaurada pelo novo coronavírus, pois o artigo só se fez possível em função dos relatos de todas as ações tomadas por distintos departamentos. Agradeço aos colegas de área e coautores, bem como a todos que cederam alguma informação e viabilizaram o artigo. Que venham dias melhores para o nosso setor!”, destacou Guilherme Bieler, vencedor da categoria 1.

“Sermos selecionados como finalistas e termos recebido o Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários ANPTrilhos-CBTU é uma honra enorme. É o reconhecimento concreto pela dedicação, pesquisa e estudos no setor metroferroviário em uma fase tão difícil e delicada para as lideranças, por conta da pandemia. É muito gratificante profissionalmente e pessoalmente, e esperamos que o artigo e a apresentação sirvam de inspiração para nossos times e colegas de trabalho, no interesse pelo nosso setor, no surgimento de novas ideias e processos, e no olhar para novos horizontes”, enfatizou Mariana Yassuda de Quadros Tavares, vencedora da categoria 2.

“Essa premiação significa muito para nossa equipe, para a gestão e para mim, pois representa a história e as conquistas que a nossa área precisou alcançar durante esses anos. Ainda há um longo caminho a ser trilhado com relação aos meios de pagamento no transporte público, mas o sentimento de estarmos no caminho certo veio com esse Prêmio. Só tenho a agradecer a gestão e a diretoria que sempre acreditaram em nosso time. Ficamos muito felizes em participar de um evento tão importante”, ressaltou Frederico Cortez Pimentel, vencedor da categoria 3.

O Presidente do Conselho da ANPTrilhos, Joubert Flores, participou da cerimônia e destacou a importância do Prêmio para o setor. “Muito nos honra a parceria com a CBTU e a AEAMESP para a realização dessa premiação, que é uma oportunidade de incentivar os profissionais do setor a produzirem artigos técnicos e compartilharem o seu conhecimento em temas relevantes, dando oportunidade aos demais profissionais do setor de usufruírem dessas informações. Que a nossa parceria se perpetue e possamos continuar fazendo esse trabalho cada vez melhor para o benefício das nossas empresas, do nosso País, da tecnologia e dos nossos profissionais, principalmente, os jovens, que temos que incentivar”, enfatizou Joubert Flores.

A Diretora Técnica Adjunta da CBTU, Adriana Fonseca Lins, também ressaltou o incentivo à produção técnica: “Quando nos embrenhamos na área acadêmica e escrevemos artigos científicos, defendemos tese, estamos realizando sonhos e redescobrindo a ciência dos tempos de laboratórios escolares. Todos os artigos selecionados trouxeram contribuições relevantes para o desenvolvimento científico do País e devem ser parabenizados por isso, sendo todos vencedores”.

Em seu discurso, a Presidente da AEAMESP, Silvia Cristina Silva, lembrou a missão da entidade de valorizar, difundir e representar a tecnologia metroferroviária. “Parabéns a todos que concorreram ao Prêmio. Tenho certeza que vocês dedicaram muito tempo pensando nos artigos que iriam nos entregar. A AEAMESP tem como missão compartilhar o conhecimento de todos vocês e nasceu com a missão de tirar da gaveta os trabalhos que os técnicos tinham e não conseguiam compartilhar ao mesmo tempo. O Prêmio ANPTrilhos-CBTU veio reforçar essa vontade de compartilhar conhecimento”, ressalta Silvia Cristina.

Os artigos selecionados serão apresentados na 27ª Semana de Tecnologia Metroferroviária da AEAMESP, que será realizada até o dia 17 de setembro, no formato on-line.

A AEAMESP recebeu 127 inscrições de sínteses de artigos técnicos para participar da 27ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Desses, 118 participantes indicaram seus trabalhos para concorrer ao 8º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários ANPTrilhos-CBTU. As sínteses recebidas foram avaliadas pela Comissão Técnica da Semana de Tecnologia Metroferroviária e 106 foram selecionadas para desenvolver o artigo final e serem apresentadas na Semana, sendo que 45 trabalhos concorreram ao Prêmio de Tecnologia.

Os artigos finalistas do 8º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários, por categoria, foram:

Finalistas da categoria 1

  • “A relevância do Metrô de São Paulo na transformação da mobilidade urbana após o Covid-19”, de autoria de Lívia Savignano Fortes;
  • “Análise Multicritérios para Novos Trens Turísticos: construção de um modelo para projetos no Brasil”, de autoria de Ewerton Henrique de Moraes;
  • “Impactos da Covid-19 no MetrôRio e estratégias de mitigação de impactos”, de autoria de Guilherme Bieler, Fellipe Farias e Anna Clara Fernandes;
  • “Inteligência Artificial na gestão Metroferroviária: Transformando dados em informações de alto valor”, de autoria de Eduardo Augusto Campos;
  • “Novo Modelo de Geração de Viagens”, de autoria de Alexandre Frazão D’Andrea e José de França Bueno.

Finalistas da categoria 2

  • “A importância do Business Intelligence (BI) na priorização e gestão efetiva da capacitação técnica”, de autoria de Júlio Mitsuhiro Obuchi;
  • “Estudo dos coeficientes de carbonatação dos concretos de diferentes linhas do Metrô de São Paulo”, de autoria de Marcelo Gabriel Capacla e Tatiana de Cássia Coutinho da Fonseca;
  • “MEETUP LAB: Fomentando a discussão técnica e aumentando a integração entre os colaboradores da CPTM”, de autoria de José Luís de Almeida Menezes;
  • “O modelo de redes colaborativas como paradigma de gestão”, de autoria de Marcos Gatti e Leonel Filipe Santos Patrício;
  • “O papel da liderança no enfrentamento da maior crise financeira do setor metroviário”, de autoria de Mariana Yassuda de Quadros Tavares e Leandro Kojima.

Finalistas da categoria 3

  • “Análise técnico-econômica para implantação de Subestações Inversoras por simulação computacional”, de autoria de Ruan Streitenberger Guedes, Jean Marco Rodrigues Fini e Carlos Alberto de Sousa;
  • “Exibição da Ocupação do Carro Metroviário nos Monitores de Plataforma da Estação”, de autoria de Eduardo Canegusucu, Francisco Moraes Gomes, Newton Ibelli de Araújo e Thomas de Barros Rose;
  • “Gerenciamento do atrito no VLT Carioca”, de autoria de Renan dos Santos Moreira e Luiz Antônio Silveira Lopes;
  • “Modernização das opções de meios de pagamento para os clientes da CCR Metrô Bahia – Rede Credenciada”, de autoria de Frederico Cortez Pimentel;
  • “Sensor de alta tensão para conversores estáticos”, de autoria de Bruno Rafael Guedes da Silva.

Serviço

8º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários ANPTrilhos-CBTU

Informações: ANPTrilhos

27ª Semana de Tecnologia Metroferroviária e Metroferr Lounge Experience 2021

Data: 14 a 17 de setembro de 2021

Inscrições: Site da AEAMESP

Informações: Semana de Tecnologia

Deixe seu comentário