Os Top 10 em Mobilidade no Brasil Digital

As finais do prêmio iBest 2021 estão com votação aberta ao público

83
São Paulo Florentino

Foto de Rodrigo Florentino formulário PxHere

Com a ascensão das facilidades e das plataformas digitais, os serviços online voltados ao transporte sofreram uma revolução nos últimos anos. Seja através de bicicletas, motocicletas, carros, táxis, ônibus ou até aviões, a mobilidade urbana se viu transformada e altamente dependente de tais serviços, incorporando-os nas mais diversas rotinas e trabalhos.

A lista divulgada pelo prêmio iBest é um guia para o entendimento de quais são as empresas que mais engajaram os brasileiros, em relação ao uso digital. A premiação seleciona os maiores com um algoritmo que pesquisa e quantifica milhares de iniciativas, apontando matematicamente os destaques de cada categoria para definir os Top 10 do país a cada ano.

Top 10

Confira os Top 10 em Mobilidade no Brasil Digital:

  • 99
  • Azul
  • BlaBlaCar
  • Buser
  • Cittamobi
  • Easy
  • GOL
  • LATAM
  • Tembici
  • Uber

Acesse o site para saber mais sobre cada finalista.

Os brasileiros irão consagrar quem é o melhor do Brasil em votação que iniciada em julho, no site do Prêmio iBest 2021, e que vai até 29 de agosto.

Para Marcos Wettreich, CEO do iBest, o prêmio também cumpre a função de bússola do mercado ao apontar a direção do interesse do consumidor brasileiro. “O iBest funciona como uma certificação digital para os melhores do país, ancorando a escolha do grupo de finalistas a métricas de engajamento, alcance e relevância e contribuindo para que as mais significativas tenham a visibilidade e o reconhecimento que merecem”, complementa Wettreich.

Em 2020, o vencedor pelo Júri Popular e pela Academia iBest foi o Uber, que novamente está nas finais concorrendo com 99 e Azul Linhas Aéreas. Ambas também foram Top 3 no ano passado.

Recorde de votação e novidades

O crescimento de alcance da premiação ficou claro nas primeiras semanas deste ano, quando mais de três milhões de votos foram computados apenas na Fase Seleção, que indicou participantes para o Top 10.

Nesta edição, a penetração do prêmio também aumentou significativamente, expandindo de 50 para 81 categorias contempladas. Agora, o iBest também aponta as principais revelações em áreas como Música e Humor; melhores por estado e iniciativas ESG, com boas práticas ambientais, sociais e de diversidade, entre outros assuntos de importância no mundo digital. Os vencedores serão anunciados em novembro.

História

O iBest foi realizado pela primeira vez em 1995 e aconteceu até 2008, período em que foi não somente o maior prêmio da internet do Brasil, mas também do mundo. Em 2003, foi adquirido pela Brasil Telecom (atualmente Oi). Em 2020, Marcos Wettreich assumiu, novamente, o controle da marca e relançou a premiação, ampliada e focada em todo o universo digital.

Deixe seu comentário