Metrô abre licitação para concessão de espaços comerciais na Linha 3-Vermelha

Oportunidade de negócio para comércio e serviços vai abranger 16 estações da maior linha de metrô de São Paulo

151
Estação Sé Frota
Plataforma da Linha 3-Vermelha do Metrô na Estação Sé (Foto: Gamatrom/Public Domain)

O Metrô de São Paulo lançou no sábado, dia 28 de agosto de 2021, a licitação para a concessão de uso de espaços para exploração comercial em 16 estações da Linha 3-Vermelha. O objetivo é melhorar a experiência dos passageiros, oferecendo novos serviços, comércios e comodidades no trajeto, além de gerar novas receitas à Companhia. O edital será publicado na terça-feira, dia 31 de agosto.

A empresa vencedora deverá instalar novos sanitários públicos nas estações e manter os já existentes, além de ficar responsável pela reforma, operação e segurança das áreas comerciais nas estações, administrando também os bicicletários das estações Sé, Carrão e Guilhermina-Esperança. Também deverão ser criadas áreas de apoio aos trabalhadores das áreas comerciais.

Ao todo, serão concedidos aproximadamente 4.000 m² de espaços comerciais na Linha 3-Vermelha, o que deverá incrementar a receita não-tarifária do Metrô. Como previsto no edital, a Companhia vai receber uma remuneração mínima mensal de R$ 2,3 milhões pela exploração dos espaços ou 55,7% da receita bruta da concessionária, prevalecendo o que for maior.

Nesta concorrência serão oferecidas áreas em 16 das 18 estações da Linha 3-Vermelha. Não fazem parte desta concessão as estações Brás e Palmeiras-Barra Funda. A primeira já foi concedida anteriormente, enquanto a segunda será objeto de um projeto especial em conjunto com a CPTM.

Do ponto de vista de negócios, a Linha 3-Vermelha oferece oportunidades atrativas para o comércio. É a maior linha de metrô de São Paulo e seus 22 quilômetros de extensão ligam as zonas Leste e Oeste da cidade, passando pelo Centro e conectam os passageiros a outras duas linhas de metrô e cinco linhas de trens urbanos.

Além disso, há 12 terminais de ônibus anexos, incluindo o Terminal Rodoviário Barra Funda, um dos mais importantes pontos de conexão da capital paulista ao interior.

Deixe seu comentário