João Doria inicia desapropriação de imóveis para implantação de novo trecho da Linha 15-Prata entre as estações Jardim Colonial e Jacu-Pêssego

130
Jardim Colonial
Foto: Divulgação/Secretaria dos Transportes Metropolitanos

O governador João Doria declarou de utilidade pública, para fins de desapropriação, imóveis localizados na capital paulista, necessários à adequação do sistema viário para implantação de elevado do monotrilho da Linha 15-Prata entre as estações Jardim Colonial e Jacu-Pêssego.

Os terrenos serão utilizados para adequação do sistema viário da Avenida Ragueb Chohfi. A avenida será alargada no trecho entre as ruas Forte de Macaé e Lídia Maria, permitindo um canteiro central mais largo por onde as vias do monotrilho serão instaladas com as colunas da estrutura.

No total, são 12 áreas, que somam quase 21 mil metros quadrados.

As duas estações, Jardim Colonial e Jacu-Pêssego, junto com o novo pátio Ragueb Chohfi, compõem o trecho 3 da Linha 15-Prata. Já foram entregues os dois primeiros trechos, inicialmente entre as estações Vila Prudente e Oratório, e posteriormente, em 2018, a conclusão e entrega de oito estações até São Mateus.

As obras de engenharia civil para adequação da Avenida Ragueb Chohfi, para que a via esteja apta a receber obras de expansão da Linha 15-Prata, foram licitadas em 2020, e o contrato assinado com o consórcio EBEI-MK, composto pela Empresa Brasileira de Engenharia e Infraestrutura e pela MK Engenharia.

Veja abaixo o Decreto 65.968 na íntegra (clique ou toque na imagem para visualizar em tamanho maior):

Decreto 65.968

Deixe seu comentário