Aplicativo Lady Driver: Segurança no transporte para a mulher ir e vir

253
Motorista dirigindo
Foto de Dids  por Pexels

Uma pesquisa, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e publicada em maio de 2021, alegou que 7,5 milhões de mulheres já sofreram alguma forma de violência sexual na vida. Com base nesse dado, é possível concluir que 60% das vítimas vivenciaram consequências psicológicas, como depressão e ansiedade, em decorrência da agressão. Ir e vir nem sempre é uma tarefa fácil para as mulheres, muitas delas evitam lugares e até meios de transportes a fim de evitar violências, abusos. Por isso, novas possibilidades têm surgido a favor do universo feminino, e uma delas é a Lady Driver.

A Lady Driver é um modelo de negócio que traz veículos dirigidos por mulheres, com o intuito de ajudar a passageira a ir e vir com segurança durante seu dia a dia. A confiança de se locomover em um veículo conduzido por uma motorista feminina dá a elas a certeza de que podem ser levadas por alguém que tem empatia por suas dificuldades.

“Eu observei, em meu dia a dia, como as mulheres deixavam de fazer suas atividades diárias por medo de serem assediadas ou, até mesmo, de sofrerem violências piores. Os noticiários cada vez mais trazem notícias não muito positivas sobre esse assunto. Porém, ao criar o modelo de negócio do Lady Driver, percebi que era não só uma grande oportunidade de negócio, mas também um serviço de utilidade pública, permitindo que a mulher tenha liberdade para ir e vir e, assim, conquistarem seus sonhos”, explica Gabryella.

Ana Paula é usuária do Lady Driver há um ano. Ela afirma que o uso do aplicativo lhe deu confiança para frequentar eventos e ter uma melhor qualidade de vida.

“Eu tinha medo de voltar de madrugada de um evento especial. Eu não dirijo e seria obrigada a pegar veículos conduzidos por homem, o que me gerava muita ansiedade. Já ouvi histórias verdadeiramente ruins sobre abusos em táxis e outros tipos de veículo. Eu mesma já desisti de sair diversas vezes por isso”, disse Ana.

A startup, que tem operação na cidade de São Paulo e em 60 cidades brasileiras, conta com mais de 65 mil motoristas cadastradas, tem uma base de mais de 1,5 milhão de passageiras em sua interface. Fundada por Gabryella Corrêa, em março de 2017, a Lady Driver também apresenta um diferencial interessante, tendo como modelo de negócio o estilo franquia.

Apesar de se inspirar em franquia, o modelo adotado pela Lady Driver é bem diferente de outras presentes do mercado: na startup, o sistema funciona por meio do licenciamento entre a empresa e o empreendedor. Empresários que possuem interesse em levar a plataforma de transporte para sua cidade ficam responsáveis pela área comercial do negócio, enquanto a Lady Driver cuida do restante. Ana também se beneficiou com o uso do aplicativo. Além de empreender, a motorista do aplicativo viu a oportunidade de ajudar as mulheres a ter autoconfiança, autoestima e segurança.

Vale ressaltar que, dentro desse modelo, a grande vantagem para as motoristas se cadastrarem na Lady Driver é que não é preciso pagar taxas mensais, ou seja, todos os ganhos da empresa provêm de um percentual de cada corrida feita dentro do aplicativo.

O licenciamento da Lady Driver varia de acordo com a quantidade de habitantes. Atualmente já está em mais de 60 cidades e pretende chegar a 100 cidades até o fim de 2021. Ao acessar a página de licenciamento, é possível baixar o plano de negócios e a proposta oferecida pela empresa ao empreendedor. Não só isso, a Lady Driver disponibiliza todo o suporte técnico necessário e ainda um treinamento para que o licenciado entenda tudo da ferramenta de marketing e das campanhas da empresa.

Lady Driver

Foi criada após a fundadora em 2018, Gabryella Corrêa, sofrer assédio de um motorista em um carro que chamou por aplicativo. Após o ocorrido, Gabryella decidiu que não queria mais ver mulheres passando a mesma situação. Por este motivo, lançou a empresa que tem o propósito de oferecer segurança e liberdade para todas as mulheres se locomoverem pelas cidades.

Atualmente a Lady Driver (com aplicativo disponível para Android e iOS) conta com 1,5 milhão de passageiras e mais de 80 mil motoristas. Agora passa a contar com modelo de franquias em 60 cidades. Além de contar com um braço específico para o transporte de crianças, o Lady Kiddos.

Deixe seu comentário