Greve nas linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade da CPTM é encerrada

137
Estação da Luz CPTM SP
Foto de Natã Romualdo no Pexels

A greve dos funcionários das linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade da CPTM foi encerrada no começo da noite desta terça-feira, dia 24 de agosto de 2021, após acordo entre o governo estadual e o Sindicato dos Trabalhadores das Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil.

Os trens voltaram a circular normalmente nessas três linhas por volta das 19h15.

A Linha 11-Coral ficou paralisada entre as estações Guaianases e Estudantes entre 4h e 19h15. Ônibus gratuitos foram acionados para atender os passageiros no trecho. Os trens circulavam normalmente entre as estações Luz e Guaianases, com intervalo de 8 minutos.

A Linha 12-Safira chegou a ficar totalmente paralisada entre 4h e 17h15. Entre 17h15 e 19h15, os trens circulavam somente entre as estações Brás e Itaim Paulista. Ônibus gratuitos chegaram a ser acionados para atender os passageiros entre as estações Calmon Viana e Tatuapé.

A Linha 13-Jade ficou totalmente paralisada entre as estações Engenheiro Goulart e Aeroporto-Guarulhos entre 4h e 19h15. Ônibus gratuitos foram acionados no trecho.

O governo estadual ofereceu um reajuste de 4% em agosto referente a 2020 e de 6% referente a 2021 em janeiro de 2022, além do pagamento em cinco parcelas de todas as cláusulas econômicas.

A negociação foi feita de forma inusitada durante o programa Brasil Urgente da TV Bandeirantes, com a participação do secretário dos Transportes Metropolitanos e do secretário-geral do sindicato, Múcio Alexandre.

Alexandre Baldy garantiu que irá rever as demissões de 10 trabalhadores da CPTM que aconteceram nesta terça-feira. Este foi o impasse final para que os trabalhadores retomassem a operação dos trens nas linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade na noite desta terça-feira.

No lado externo de estações da CPTM como Guaianases, Suzano e Ferraz de Vasconcelos, os ônibus ficaram lotados, por conta da paralisação dos trens. Quem optou por carros de aplicativo, as tarifas ficaram caras, por causa da alta procura pelo serviço.

A Prefeitura de São Paulo suspendeu o Rodízio Municipal de Veículos tanto no período da manhã e no final do dia.

Mobilidade Sampa

Siga o Mobilidade Sampa no Twitter, Instagram e Facebook e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana.

Deixe seu comentário