Pontos de ônibus de São Paulo ganham pavimento de concreto

Material utilizado é ideal para áreas de tráfego intenso de ônibus como os pontos de parada

171
Parada Ônibus SPTrans
Foto: Sidnei Santos/SPTrans

A Prefeitura de São Paulo, por meio da SPTrans, está realizando a troca do pavimento em 100 pontos de ônibus na cidade. Até o momento, desde outubro de 2020, já foram substituídos os pavimentos de 79 paradas de ônibus e outras 21 ainda vão receber a melhoria, beneficiando aproximadamente 129 mil passageiros que passam pelos locais diariamente.

Durante os trabalhos está sendo feita a substituição do pavimento de asfalto por concreto, ideal para trechos de tráfego intenso e repetitivo de veículos mais pesados, como os coletivos. Além disso, o serviço inclui a reforma dos passeios, guias, sarjetas e demais serviços complementares nas paradas de ônibus fora dos corredores segregados do sistema de transporte coletivo da capital paulista, aumentando segurança e conforto para os passageiros.

Entre os locais que receberam o serviço, estão as paradas de ônibus nas avenidas Celso Garcia, Rangel Pestana e Alcântara Machado. Os locais foram definidos de acordo com a localização de pontos de ônibus de grande movimentação.

Foto: Sidnei Santos/SPTrans

O contrato para a prestação deste serviço, com duração de um ano, foi prorrogado e o prazo que ia até 20 de julho de 2021 passou para 31 de dezembro de 2021. O termo aditivo foi publicado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo de terça-feira, dia 20 de julho.

De acordo com o cronograma de obras, as próximas paradas a receber a troca do pavimento serão nove na Avenida Celso Garcia, três na Avenida Alcântara Machado, uma na Avenida Brigadeiro Luís Antônio, uma na Avenida Guido Caloi, duas na Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, duas na Avenida Nazaré, duas na Estrada do Imperador e uma na Estrada do M’Boi Mirim.

Vale reforçar que o material rígido utilizado na pavimentação garante maior durabilidade, diminui a necessidade de manutenção e aumenta o conforto e a segurança dos passageiros e operadores.

Deixe seu comentário