Nova tecnologia de pagamento por aproximação chega às praças de pedágio da Ecopistas e Ecovias em parceria com a Visa

Solução oferece melhor experiência aos usuários com acesso mais rápido e seguro

695
Rodovia Anchieta Câmeras da Ecovias
Trecho de Planalto da rodovia Anchieta (Foto: Ecovias/Divulgação)

Para levar inovação e aprimorar a experiência dos motoristas em suas viagens, as concessionárias EcoRodovias em São Paulo, em conjunto da Visa, anunciam a parceria e a instalação integrada do pagamento por aproximação no Sistema Anchieta-Imigrantes, administrado pela Ecovias, e no Corredor Ayrton Senna – Carvalho Pinto, operado pela Ecopistas.

A implementação vai permitir a aceitação de qualquer cartão ou dispositivo com a tecnologia NFC, seja crédito, débito ou pré-pago. A novidade traz mais segurança, conveniência e rapidez, atendendo melhor aos milhares de usuários que passam pelas concessionárias, sejam por carros de passeio, veículos de carga ou motocicletas.

O pagamento por aproximação já estava liberado pelas concessionárias por meio de um projeto piloto iniciado em março do ano passado, após autorização de testes pela Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp). Agora, com a parceria da Visa, o sistema foi aprimorado com a adoção do Virtualization Secure Access Module (VSAM), indo além da oferta de proporcionar uma melhor experiência para seus clientes, possibilitando também melhor performance à concessionária e um sistema customizado para os mais diversos sistemas de transporte.

No Sistema Anchieta-Imigrantes, na primeira quinzena de junho, já foram 8,62% dos condutores que utilizaram essa forma de pagamento. Para se ter uma ideia, no primeiro mês de atividade, apenas 1,23% dos usuários utilizavam essa tecnologia e seis meses depois, (em outubro de 2020), 3,03% dos usuários preferiam esse meio, o corresponde a um crescimento médio de 13% nos últimos seis meses.

O aumento na adesão também é visto no Corredor Ayrton Senna – Carvalho Pinto. No primeiro mês de implantação, em maio de 2020, 1% dos motoristas usaram esse meio de pagamento. Seis depois, em novembro de 2020, 2,80% estavam utilizando a tecnologia de pagamento por aproximação. No mês de junho deste ano, 7,7% dos motoristas já usavam o pagamento por aproximação, o que equivale a um crescimento médio de 14% nos últimos seis meses.

Esse sistema é considerado confiável, prático e rápido para efetuar o pagamento das tarifas nas praças de pedágios que, em alguns casos, sem a utilização de senhas, permite pagar valores menores de R$ 200 com dispositivos compatíveis, como cartões de débito e crédito, relógios e pulseiras.

Covid-19

Em meio à pandemia de coronavírus, o novo meio de pagamento é também uma forma de diminuir os riscos de transmissão da Covid-19, já que reduz o contato físico entre o operador da cabine e o motorista. Basta aproximar o cartão ou dispositivo compatível ao leitor para um atendimento semiautomático e realizar o pagamento da tarifa. Dentre outros benefícios da nova tecnologia, está a redução de circulação de dinheiro em espécie nas cabines.

“A questão da mobilidade ganhou novas preocupações desde o início da pandemia, com prioridade à segurança e à saúde de quem precisa se locomover”, afirma o diretor de Concessões Rodoviárias da EcoRodovias, Rui Klein. “Dentre os inúmeros benefícios do pagamento por aproximação, está a redução de circulação de dinheiro em espécie nas cabines, maior agilidade nas transações para pagamento e contribuindo com o aumento da fluidez no trânsito”, completa.

Na EcoRodovias, além do pagamento por aproximação, nas unidades Eco101, Eco050, Eco135, Ecovia, Ecocataratas, Ecosul e Ecoponte, que atuam nos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, também são aceitos os pagamentos por meio de cartão de débito e crédito.

Aprimoramentos

Além dos benefícios já existentes, a melhoria do sistema possibilita que o tempo de atendimento do motorista, que deve ser de até 12 segundos, de acordo com determinação da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), possa ser realizado em 8 segundos, em média.

O recurso, que foi implantado e atualizado com autorização da Artesp, é compatível com a infraestrutura especificada pela Portaria Artesp 12 de 2018, solução para pagamento de pedágio no modo semiautomático. O sistema identifica a transação de pagamento, passa por todas as etapas de segurança de forma criptografada, seguindo padrões da indústria de pagamentos digitais, e permite finalizar o processo em poucos segundos. A cobrança da tarifa é debitada diretamente na conta ou na fatura do cartão do usuário, sem custo adicional ou taxas.

“Essa parceria leva inovação para quem circula pelas rodovias dos sistemas da Ecovias e Ecopistas, promovendo uma jornada mais ágil e segura. Nossas prioridades são levar rapidez e conveniência para o consumidor, ao mesmo tempo em que geramos segurança e menores custos para as concessionárias de rodovias”, conta Marcelo Sarralha, diretor executivo de Soluções da Visa do Brasil.

“A atuação da Visa desenvolvendo tecnologias de pagamento que se adaptam aos sistemas existentes nos diferentes modais do transporte público e, agora, nas rodovias do país, em parceria com a EcoRodovias, reforça nosso compromisso com a mobilidade. Proporcionar esse acesso contribui com nossa missão de conectar o mundo por meio do que há de mais inovador, confiável e seguro em meios de pagamentos – permitindo que todos prosperem”, completa o executivo.

Deixe seu comentário