Greve da CPTM: Confira aqui as últimas notícias

Post atualizado em 15/07/2021 às 22h54

2879
Linha 12-Safira CPTM
Foto: Divulgação/Secretaria dos Transportes Metropolitanos

A greve dos funcionários da CPTM afetava o funcionamento de quatro linhas nesta quinta-feira, dia 15 de janeiro de 2021.

A operação das linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda e 10-Turquesa chegou a ficar afetada. As linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade operavam normalmente.

Os sindicatos dos trabalhadores pediam reajuste salarial de 6,22% e o pagamento do Programa de Participação nos Resultados referente ao ano de 2020.

Veja abaixo as últimas notícias sobre a greve da CPTM.

Greve da CPTM

21h – Todas as linhas da CPTM e do Metrô operavam normalmente.

19h22 – Após uma assembleia realizada na tarde desta quinta-feira, dia 15 de julho de 2021, os sindicatos que representam os trabalhadores das linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda e 10-Turquesa, decidiram encerrar a greve que afetou essas quatro linhas durante o dia.

Os sindicatos dos Ferroviários da Zona Sorocabana, dos Ferroviários de São Paulo e dos Engenheiros de São Paulo informaram ao G1 que entraram em acordo com o secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Pela proposta dos sindicatos, aceita pelo secretário, serão pagos 50% da Participação nos Resultados no dia 10 de agosto, e o restante, com multa, em janeiro de 2022.

Pelo acordo, os sindicatos se comprometerem a encerrar a greve e retornar às atividades gradativamente a partir das 17h30 desta quinta-feira.

18h30 – Operação das linhas da CPTM:

  • Linha 7-Rubi: Operação parcial entre as estações Caieiras e Palmeiras-Barra Funda (com intervalos médios de 10 minutos);
  • Linha 8-Diamante: Operação parcial entre as estações Barueri e Palmeiras-Barra Funda (com intervalos médios de 10 minutos);
  • Linha 9-Esmeralda: Paralisada;
  • Linha 10-Turquesa: Operação parcial entre as estações Santo André e Tamanduateí (com intervalos médios de 20 minutos);
  • Linha 11-Coral: Operação normal;
  • Linha 12-Safira: Operação normal;
  • Linha 13-Jade: Operação normal.

16h30 – Para auxiliar os passageiros na volta para casa nesta quinta-feira, a CPTM acionou o sistema Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), para atender as linhas com circulação parcial ou paralisadas.

Na Linha 7-Rubi, foram disponibilizados 20 ônibus que circulavam entre as estações Jundiaí e Caieiras. Os trens estavam circulando entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Caieiras com intervalos médios de 10 minutos.

Na Linha 8-Diamante, foram disponibilizados 15 ônibus que circulavam entre as estações Barueri e Itapevi. Os trens estavam circulando entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Caieiras com intervalos médios de 10 minutos.

Para acessar a estação Palmeiras-Barra Funda, a conexão com o Metrô pela Linha 3-Vermelha estava garantida.

Na Linha 9-Esmeralda, foram disponibilizados 20 ônibus que circulavam entre as estações Grajaú e Pinheiros e 15 ônibus que circulavam entre as estações Pinheiros e Presidente Altino.

Na Linha 10-Turquesa, foram disponibilizados 10 ônibus entre as estações Santo André e Mauá e outros 10 ônibus entre as estações Mauá e Rio Grande da Serra. Os trens estavam circulando entre as estações Tamanduateí e Santo André com intervalos médios de 20 minutos.

Para acessar a estação Tamanduateí, a conexão com o Metrô pela Linha 2-Verde estava garantida.

15h30 – As linhas intermunicipais gerenciadas pela EMTU estão circulando normalmente nesta quarta-feira, dia 15 de julho de 2021 e prestando suporte à CPTM conforme necessidade e orientação do Centro de Controle Operacional (CCO) da Companhia.

No total, 24 linhas tiveram reforço com o acréscimo de 34 veículos a fim de atender aos passageiros prejudicados pela greve dos sindicatos que representam os funcionários das linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda e 10-Turquesa.

Doze linhas gerenciadas pela EMTU que circulam entre as estações Itapevi e Barueri da CPTM tiveram reforço de 16 veículos no total. Além delas, outras 12 linhas foram ampliadas com o reforço de 18 veículos.

Foi implementado reforço nas seguintes linhas da EMTU nesta quinta-feira: 020, 022, 060, 247, 263, 283 VP1, 390, 404, 479,496 VP1, 819 e 824 VP1, 284, 376, 361, 469, 436 (estendeu o horário de pico), 409, 238, 047, 063, 158BI1, 152, 153.

9h55 – A estação Francisco Morato da Linha 7-Rubi voltou a registrar tumulto por volta das 8h30, em meio à greve dos ferroviários da CPTM. Policiais militares chegaram a usar bombas para dispersar um grupo que se concentrava nas imediações da estação. Por volta das 9h, o grupo foi dispersado.

No final da madrugada, um grupo de pessoas estava praticando atos de vandalismo e tentando invadir a estação.

A Secretaria de Segurança Pública informou ao Diário do Transporte que “a Polícia Militar foi acionada, na manhã desta quinta-feira, 15 de julho, para prestar apoio à ocorrência na estação Francisco Morato. Os passageiros depredaram, com paus e pedras, o local. Uma mulher ficou ferida. Quatro pessoas foram detidas e levadas à delegacia do município. Equipes da área, Força Tática e Canil seguem no local”.

8h35 – O passageiro que se encontra na região do Grajaú, na Zona Sul, conta com pelo menos quatro de linhas de ônibus municipais no Terminal Grajaú, como alternativa à Linha 9-Esmeralda, para chegar em outras regiões da cidade.

  • 5630/10 Terminal Grajaú – Metrô Brás (acesso às linhas 1-Azul e 3-Vermelha do Metrô);
  • 607M/10 Terminal Grajaú – Terminal Água Espraiada (atende até a região da estação Morumbi da Linha 9-Esmeralda);
  • 675X/10 Terminal Grajaú – AACD-Servidor (acesso à Linha 5-Lilás do Metrô);
  • 6970/10 Terminal Grajaú – Terminal Santo Amaro (acesso à Linha 5-Lilás do Metrô).

Os horários e itinerários podem ser consultados no site da SPTrans.

8h27 – O presidente da CPTM, Pedro Moro, por meio de suas redes sociais, pediu que os sindicatos e trabalhadores reconsiderem a adesão à greve. Leia abaixo o comunicado na íntegra.

“Lamento profundamente a decisão sobre a greve que prejudica e pune exclusivamente o cidadão que necessita do transporte público para ir ao trabalho, incluindo os que trabalham na linha de frente no combate à pandemia de Covid-19. Informo também que há uma decisão da Justiça do Trabalho determinando a manutenção de 80% dos trabalhadores no horário de pico e 60% nos demais horários, sob pena de R$ 100 mil diários. A CPTM está operando com plano de contingência para atender a todos que precisam do transporte, principalmente aos que trabalham em serviços essenciais. Peço aos sindicatos e principalmente aos trabalhadores que reconsiderem essa adesão e assumam seus postos neste momento.”

8h23 – As vias do Centro de Franco da Rocha e a Estrada Velha de Jundiaí apresentavam lentidão por conta do maior fluxo de veículos.

8h10 – A SPTrans informou ao Diário do Transporte que ainda não recebeu solicitação da CPTM para acionamento da Operação Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) para o sistema ferroviário.

A gestora diz que acompanha a movimentação de passageiros nas linhas municipais nesta quinta-feira e determinou que as empresas de ônibus mantenham a operação da frota operacional em 100% ao longo do dia.

“Vale esclarecer que o Plano de Atendimento entre Empresas em Situação de Emergência (Paese) contempla o acionamento por parte da CPTM, a qual também determina o trecho para atendimento e a quantidade de ônibus”, diz a SPTrans.

6h58Em função de bloqueios policiais na região da estação Grajaú da Linha 9-Esmeralda, para evitar tumultos em razão da greve da CPTM, linhas de ônibus estavam sendo desviadas nas imediações.

De acordo com a EMTU, as linhas 012 e 226 operavam com desvios de itinerário.

  • 012 Embu-Guaçu (Vila Dirce) – São Paulo (Terminal Grajaú)
  • 226 Embu-Guaçu (Chácara Florida) – São Paulo (Terminal Grajaú)

A SPTrans informou que 38 linhas de ônibus que atendem o Terminal Grajaú, estavam fazendo o retorno, em ambos os sentidos.

6h25 – O Sindicato dos Metroviários manifestou apoio à paralisação dos ferroviários da CPTM. Veja abaixo na íntegra o comunicado.

Metroviários Apoio

6h31 – Leia abaixo na íntegra a nota conjunta dos sindicatos que representam os funcionários das linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda e 10-Turquesa sobre a greve.

“Nós, Ferroviários da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, estamos em greve desde à meia-noite de 15 de julho de 2021.

O motivo dessa atitude foi a intransigência da CPTM em querer retirar o pouco que a categoria tem de benefício. Esses poucos benefícios foram conquistados através de anos de luta! Além disso, a CPTM insiste em não repor a inflação de consome nossos salários, assim como o de todos os paulistas.

Estamos sem reposição da inflação desde março de 2019. Durante toda pandemia cumprimos nossa obrigação de prover transporte de qualidade à toda população, mesmo a custa de nossa vida – vários colegas de trabalho morreram em virtude da pandemia de Covid-19.

Desde fevereiro desse ano estamos negociando com a CPTM e a única coisa que ela propõem é retirada de direitos e 0% de reposição salarial.

Em 14 de julho o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo propôs que a CPTM aplicasse um reajuste aos salários de 6,22%. Isso foi negado pela CPTM, que insiste em 0% de reposição.

A inflação acumulada de março de 2019 até fevereiro de 2020 foi de 3,64% – a CPTM ofereceu 0% de reajuste. A inflação acumulada de março de 2020 até fevereiro de 2021 foi de 6,35% – a CPTM ofereceu 0% de reajuste.

Não nos resta outra alternativa a não ser o movimento grevista. Gostaríamos de trabalhar com as catracas abertas, porém a CPTM não aceita essa alternativa e prefere ocorra o movimento grevista.”

6h – O secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, por meio de suas redes sociais, disse que os sindicatos “vislumbram uma realidade diferente do país” e lamentou a decisão de paralisação dos ferroviários. Leia abaixo a postagem na íntegra.

5h55 – No final da madrugada, uma confusão aconteceu na estação Francisco Morato da Linha 7-Rubi, com um grupo de pessoas praticando atos de vandalismo e tentando invadir a estação.

A Polícia Militar foi acionada e atuava no local para evitar novos tumultos. A corporação usou bombas de efeito moral contra essas pessoas que tentavam depredar a estação.

5h30 – Quem mora no ABC Paulista conta com pelo menos 14 linhas de ônibus intermunicipais para chegar ao Terminal Sacomã, em São Paulo, como alternativa à Linha 10-Turquesa e fazer a integração com a Linha 2-Verde do Metrô.

As linhas são: 004, 006, 008, 063, 063EX1, 066, 123, 152, 153, 154, 158, 160, 212, 236, 431, 493, 493DV1 e 494. Os itinerários e horários das linhas podem ser consultados no site ou aplicativo (Android e iOS) da EMTU.

5h20 – Todas as linhas do Metrô (1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha, 4-Amarela, 5-Lilás e 15-Prata) operavam normalmente.

5h15 – A greve dos funcionários da CPTM afetava as linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda e 10-Turquesa nesta quinta-feira. A paralisação foi decidida em assembleias dos sindicatos que alegam que a CPTM não atendeu às reivindicações da campanha salarial e não pagou a Participação nos Resultados (PPR) referente ao ano de 2020. Os trabalhadores pedem o reajuste salarial e pagamento na Participação dos Resultados.

Mobilidade Sampa

Siga o Mobilidade Sampa no Twitter, Instagram e Facebook e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana.

Deixe seu comentário