Avenida Paulista recebe milhares de pessoas na retomada experimental do programa Ruas Abertas

Tráfego de veículos na via foi suspenso, das 8h às 12h. Capital paulista já imunizou mais de 70% do público elegível com a primeira dose das vacinas contra o coronavírus

21
Ruas Abertas
Foto: Edson Lopes Júnior/Secretaria de Comunicação/Prefeitura de São Paulo

Em ação experimental, a Prefeitura de São Paulo reabriu a Avenida Paulista no domingo, dia 18 de julho de 2021, das 8h às 12h, e reuniu milhares de pessoas para atividades de lazer no trecho entre a Rua da Consolação e a Praça Oswaldo Cruz. Durante esse período, o tráfego de veículos foi suspenso.

A avenida estava fechada ao público desde março de 2020, devido ao estado de emergência da capital em decorrência da pandemia do coronavírus.

Essa retomada se dá por conta do aumento da cobertura vacinal na cidade, além da diminuição do número de internações, seja em enfermaria ou Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e consequentemente dos óbitos”, explicou o subprefeito da Sé, Marcelo Vieira Salles.

A ação experimental foi realizada com o cumprimento de todos os protocolos sanitários estabelecidos pela Vigilância Sanitária, como o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento entre as pessoas, sem aglomerações.

De acordo com o funcionamento das atividades na Paulista, o Comitê de Eventos da Prefeitura de São Paulo irá analisar, em uma segunda etapa, a abertura do Vale do Anhangabaú, na região do Triângulo Histórico, no Centro da cidade.

“Se a gente perceber que existe uma adesão grande no tocante ao respeito dos protocolos, nós continuaremos. É um processo”, afirmou o subprefeito.

Paulista Aberta
Foto: Edson Lopes Júnior/Secretaria de Comunicação/Prefeitura de São Paulo

Fiscalização

Com o apoio da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana, a Subprefeitura Sé promoveu uma operação educativa de fiscalização do comércio ambulante durante o período de reabertura da Avenida Paulista.

Deixe seu comentário