Linhas 4-Amarela e 5-Lilás apoiam ação da Prefeitura de São Paulo, exibindo alertas de pessoas desaparecidas

Iniciativa é uma extensão da Campanha de Localização de Pessoas Desaparecidas para ampliar a visibilidade do tema e aumentar o número de solução de casos

123
Pessoas desaparecidas
Imagem de Georg H. por Pixabay

Menos de um mês após começar a exibir as imagens de pessoas desaparecidas no Metrô, o convênio com a Prefeitura de São Paulo já deu resultado.

Agora, os passageiros que utilizam as linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô também terão acesso às imagens em telas que ficam nas estações destas duas linhas. Os alertas destacam fotos e nomes de desaparecidos e o telefone do serviço municipal de localização.

“Esta ação no transporte se mostrou muito importante, pois tivemos um aumento no número de cadastros e as pessoas estão mais atentas para o problema. O paulistano está olhando no rosto das pessoas, o que é muito bom para a cidade em termos de empatia”, diz o diretor da Divisão de Desaparecidos da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), Darko Hunter.

Juliana Alcides, gerente de Comunicação e Sustentabilidade da ViaQuatro e da ViaMobilidade, concessionárias responsáveis pela operação e manutenção das linhas 4-Amarela e 5-Lilás, respectivamente, também destaca a importância dessa ação.

“Estamos estabelecendo essa parceria com a cidade de São Paulo para ajudar estas famílias a encontrar seus entes queridos. Uma angústia que só quem tem um parente desaparecido sabe dimensionar”, afirma.

Esta parceria tem duração de seis meses para a realização de ações conjuntas com as concessionárias, nas redes sociais e nas telas das estações. A capital paulista tem, atualmente, 2.847 pessoas na lista de desaparecidos.

O serviço é gratuito e basta fazer um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil e preencher o cadastro da prefeitura para disparar um processo de verificação em toda a rede municipal de assistência.

Para Darko, ainda há muita desinformação sobre o assunto. “Ao contrário do que se vê nas séries e filmes, não é preciso esperar 24h para fazer a denúncia. A prefeitura está pronta para ajudar assim que a família constatar que a pessoa não está no local que deveria”, explica.

A Divisão de Localização Familiar atende pelo WhatsApp (11) 97549-9770, ou e-mail: desaparecidos@prefeitura.sp.br. Também há um Posto Avançado no Centro de São Paulo.

Deixe seu comentário