Greve de ônibus em São Bernardo do Campo nesta quinta-feira, dia 25

Paralisação atinge as empresas BR7 Mobilidade e Expresso SBC

2861
BR7 Mobilidade Ônibus SBC
Foto: Henrique Santos

Uma greve de ônibus atingia a cidade de São Bernardo do Campo, no ABC, nesta quinta-feira, dia 25 de março de 2021.

De acordo com o Diário do Transporte, os funcionários paralisaram as atividades nas empresas BR7 Mobilidade e Expresso SBC.

BR7 Mobilidade

A BR7 Mobilidade (antiga SBCTrans) opera todas as linhas municipais de São Bernardo do Campo.

O presidente do Sintetra (Sindicato dos Rodoviários do ABC), Leandro Mendes da Silva, disse que a BR7 Mobilidade atrasou o pagamento do adiantamento salarial, que deveria ter sido feito no dia 20 de março.

No final da tarde desta quinta-feira, o presidente do sindicato informou ao Diário do Transporte, que a BR7 Mobilidade começou a pagar parte dos depósitos atrasados do adiantamento salarial.

Entretanto, a operação das linhas de ônibus só deve ser normalizada nesta sexta-feira, dia 26 de março.

O sindicato explicou que 40% dos valores devidos começaram a ser pagos nesta quinta-feira e 60% restante serão pagos na manhã desta sexta-feira. Leia abaixo a nota do sindicato na íntegra.

“A diretoria do sindicato, através do nosso presidente Leandro, vem informar que, após os protestos e a greve deflagrada pelos trabalhadores da empresa BR7 Mobilidade, da cidade de São Bernardo do Campo, em virtude do atraso no pagamento dos salários, os representantes da empresa atenderam o nosso pedido e resolveram efetuar os pagamentos, sendo que 40% será pago ainda hoje (25 de março) e amanhã cedo (26 de março), será depositada a diferença.”

Prefeitura de São Bernardo do Campo

A Prefeitura de São Bernardo do Campo informou que entrou na Justiça para que ao menos 70% da frota sejam garantidos. Leia abaixo a nota na íntegra.

“A Prefeitura de São Bernardo ingressou nesta quinta-feira, dia 25 de março, na Justiça, requisitando que ao menos 70% da frota do transporte coletivo retorne às suas atividades de trabalho de forma imediata, garantindo a oferta para a população.

A medida ocorre após o Sindicato dos Rodoviários do Grande ABC (Sintetra) realizar manifestação, que resultou na paralisação do transporte público municipal.

A Administração ressalta que não foi comunicada anteriormente sobre o ato e que considera uma irresponsabilidade esta paralisação. No momento, devido à manifestação, as linhas municipais seguem fora de circulação.

A Prefeitura de São Bernardo do Campo aguarda a decisão da Justiça.”

Expresso SBC

A Expresso SBC (Expressinho) opera linhas intermunicipais gerenciadas pela EMTU entre São Bernardo do Campo e Diadema (veja no final do post a relação das linhas).

Por volta das 9h45, a operação da Expresso SBC foi retomada de forma gradativa, após ter sido paralisada desde a madrugada.

O presidente do Sintetra, Leandro Mendes da Silva, disse ao Diário do Transporte, que a empresa fez uma proposta de pagamento dos vales alimentação e refeição que estavam atrasados. Serão dois depósitos, um imediato e outro na próxima terça-feira, dia 30 de março.

Pandemia

Tanto a BR7 Mobilidade, quanto a Expresso SBC, dizem que foram prejudicadas pelos efeitos da queda de demanda de passageiros causados pela pandemia do coronavírus e que operam sem subsídios.

Linhas

BR7 Mobilidade

  • Todas as linhas municipais de São Bernardo do Campo.

Expresso SBC

  • 156 Diadema (Eldorado) – São Bernardo do Campo (Baeta Neves)
  • 156BI1 Diadema (Eldorado) – São Bernardo do Campo (Baeta Neves)
  • 156VP1 Diadema (Eldorado) – São Bernardo do Campo (Paço Municipal)
  • 255 Diadema (Jardim Padre Anchieta) – São Bernardo do Campo (Terminal Metropolitano de São Bernardo do Campo)
  • 305 Diadema (Jardim Padre Anchieta) – São Bernardo do Campo (Jardim do Lago)

Mobilidade Sampa

Siga o Mobilidade Sampa no Twitter, Instagram e Facebook e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana.

Deixe seu comentário