Paulistanos demonstram gratidão a motoristas de aplicativo com gorjeta e avaliações positivas

Empáticos e solidários, passageiros da maior cidade do País também reconhecem os motoristas da capital paulista como simpáticos e bons de direção em mais de 45 milhões de corridas avaliadas em 2020

267
Direção defensiva
Imagem de Free-Photos por Pixabay

Avaliações de mais de 45 milhões de corridas com a 99 na cidade de São Paulo demonstra que, apesar das dificuldades enfrentadas por todos em 2020, devido à pandemia da Covid-19, o paulistano foi empático e solidário para com o profissional que presta um serviço ainda mais essencial neste período: os motoristas de aplicativo.

Só em 2020, as doações de gorjetas feitas na cidade de São Paulo, por meio da plataforma da 99 superaram R$ 1,3 milhão. O valor doado pelos passageiros usando o aplicativo é repassado integralmente aos motoristas parceiros.

Os dados apontam, ainda, que 26% das avaliações feitas pelos passageiros da capital paulista classificaram os motoristas parceiros da empresa como “muito simpáticos”, e 24% como “dirigem bem”.

“Essas são comprovações da solidariedade e empatia dos passageiros paulistanos, que reconheceram a função fundamental prestada por esses motoristas. Desde o início da pandemia, eles se dispuseram a seguir transportando a população que realmente precisava sair de casa de forma mais segura”, afirma Davi Miyake, diretor de operações e produtos da 99.

Além disso, 18% dos paulistanos avaliaram os motoristas parceiros como quem “sabe o caminho” e 15% elogiaram os cuidados com seus carros. Só em 2020, foram mais de 45 milhões de corridas avaliadas por meio do aplicativo da 99, com uma classificação média de 4,9 estrelas (em um máximo de cinco estrelas).

Impacto no PIB paulistano

Prova da importância dos motoristas parceiros nesse período é que o valor injetado na economia da cidade, por meio de seus ganhos, aumentou no ano de 2020.

Em 2019, um levantamento socioeconômico da FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) já apontava que a atividade da 99 adicionou R$ 2,4 bilhões ao PIB (Produto Interno Bruto) da capital paulista – de um total de R$ 12 bilhões em todo o Brasil.

O resultado leva em consideração o impacto econômico dos ganhos obtidos pelos motoristas e os seus gastos operacionais (como alimentação e combustível), incluindo o consumo de suas famílias (bens e serviços em geral).

“Desse valor de 2019, os motoristas parceiros de São Paulo foram responsáveis pela movimentação de cerca de R$ 2,4 bilhões. Embora ainda estejamos compilando o total de 2020, já sabemos com certeza que esse número será superior em dois dígitos percentuais, na comparação com o ano anterior. Isso demonstra a importância desse serviço não só para a democratização do transporte, mas também para a economia local”, explica o diretor.

Doações em prol da mobilidade durante as vacinações

Os 467 anos da cidade chegam com uma notícia muito esperada por todos: a campanha de vacinação, iniciada no último dia 17 de janeiro. E para colaborar com a cidade, a 99 e a Secretaria de Saúde da Cidade de São Paulo firmaram uma parceria para transportar funcionários que atuam em serviços de vacinação contra a Covid-19. Serão doadas cerca de 60 mil corridas a partir de um fundo de R$ 4 milhões.

Não é a primeira vez que a 99 age no combate à Covid-19 em parceria com os órgãos públicos de São Paulo. Em 2020, a 99 doou corridas para os profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate ao coronavírus e para mães com bebês recém-nascidos poderem retornar a seus lares em segurança. Foram mais de R$ 2,2 milhões em vouchers da 99 distribuídos nesse período.

Deixe seu comentário