Obras do Terminal Batistini são vistoriadas pela Prefeitura de São Bernardo do Campo

Equipamento de 4.000 metros quadrados permitirá criação de linhas expressas; terminal deve ser entregue até fevereiro

1006
Terminal Batistini
Foto: Divulgação/Prefeitura de São Bernardo do Campo

Em fase final de acabamento, as obras de construção do futuro Terminal Batistini seguem a todo vapor em São Bernardo do Campo.

Previsto para ser entregue em fevereiro deste ano, o novo equipamento de 4.000 metros quadrados foi vistoriado na tarde desta terça-feira, dia 5 de janeiro de 2021, pelo prefeito Orlando Morando.

Na oportunidade, o prefeito acompanhou os serviços de jardinagem, limpeza e pintura de sinalização no entorno do terminal.

Localizado na Estrada Galvão Bueno, o futuro terminal permitirá a adoção de modelo tronco-alimentador na região do Batistini, onde linhas expressas serão criadas para saírem exclusivamente deste ponto em direção a diversas regiões da cidade, adotando um sistema de transporte público mais eficiente.

“Este terminal irá nos permitir ter linhas expressas, onde moradores de toda esta região do Batistini irão desembarcar aqui e terão à disposição ônibus expressos que farão trajetos mais rápidos, com menos paradas, garantindo assim mais agilidade e conforto aos nossos passageiros”, destacou o prefeito.

A expectativa é que com este modelo, passageiros vindos dos bairros Batistini, Los Angeles, Jardim Represa, Parque Imigrantes, entre outros, tenham redução significativa no deslocamento por bairros de São Bernardo do Campo.

ESTRUTURA

O novo equipamento contará com duas plataformas para embarque e desembarque, com 80 metros cada, que juntas possuem capacidade para atender simultaneamente cinco ônibus convencionais e três articulados.

Além disso, o terminal terá edificações de apoio à operação, como bilheterias, sanitários públicos, guarita, prédio operacional e administrativo, bicicletário com capacidade para 60 bicicletas e elevador. O espaço conta também com área de estacionamento para ônibus e veículos.

Ao todo, a Prefeitura de São Bernardo do Campo promoveu investimento de R$ 23 milhões na construção do novo equipamento. As obras estão sendo executadas pela empresa Empreendimentos e Tecnologia em Construções (ETC).

MOBILIDADE URBANA

O futuro Terminal Batistini faz parte de um amplo projeto de valorização do transporte coletivo de São Bernardo do Campo. O espaço será ponto de transferência para os passageiros que utilizam diariamente o Corredor da Estrada Galvão.

Com 6,3 quilômetros de extensão, o corredor começa na rotatória do trecho sul do Rodoanel, se estendendo até o fim da Avenida Maria Servidei Demarchi.

Deixe seu comentário