CPTM conquista prêmio Inova Cidade 2020 por melhorias na Linha 12-Safira

Prêmio do Instituto Smart City Business America reconhece iniciativas que contribuem para a melhoria da qualidade de vida nas cidades

19
CPTM Chuvas Provas do Enem Trem CPTM Linha 12-Safira
Foto: Divulgação

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos foi a grande vencedora do prêmio Inova Cidade 2020, que consiste no reconhecimento do Instituto Smart City Business America às iniciativas que contribuem para a melhoria da qualidade de vida nas cidades, premiando casos, iniciativas ou projetos que tenham causado impactos positivos mensuráveis e reconhecidos pela sociedade, realizados por administrações públicas, empresas ou organizações sociais.

Em sua oitava edição, a Companhia foi premiada pelo seu inovador projeto de melhorias da Linha 12-Safira, que liga a Estação Brás, no centro da capital paulista, à Estação Calmon Viana, na cidade de Poá, com 13 estações que atravessam a Zona Leste de São Paulo e cidades do Alto Tietê. A linha tem 78 quilômetros de extensão (ida e volta).

Até meados de 2020, a Linha 12-Safira tinha um tempo de percurso de 63 minutos de ponta a ponta, resultado de interferências na via e locais com baixo limite de velocidade, o que impossibilitava que o tempo de viagem fosse menor.

“A redução do tempo de viagem é uma reivindicação antiga – e justa – dos passageiros que utilizam essa linha. Trata-se de uma linha sinuosa, o que tornava necessárias reduções de velocidade para garantir a segurança das viagens”, explica Pedro Moro, presidente da CPTM.

De acordo com ele, então, a partir de 2019 foram feitos vários estudos que mostravam que seria possível aumentar a velocidade em alguns trechos.

Os estudos foram feitos por um grupo de trabalho que analisou todos os trechos da linha e planejou as ações a serem implantadas. Entre os pontos observados estavam as características da linha, o panorama das velocidades praticadas, uma passagem provisória assistida, além de restrições por cautela (trecho em que é necessária a redução de velocidade) devido a condições da via e a remodelação do traçado.

As correções foram feitas, e a CPTM pôde reduzir o tempo de viagem em dez minutos – de 63 para 53 minutos – nos dois sentidos, e esta redução possibilitou ainda uma correção na tabela horária que permitiu alteração nos intervalos de pico entre os trens, passando de seis para cinco minutos e meio.

“Sabemos da importância desta linha para a população da zona leste de São Paulo e do Alto Tietê, e por isso estamos trabalhando para tornar a viagem mais rápida, confortável e segura para todos. E conquistar o prêmio Inova Cidade 2020 só nos dá a certeza de que estamos no caminho certo”, finaliza o presidente da CPTM.

Deixe seu comentário