Jogos eletrônicos que simulam a vida no trânsito podem servir de ferramenta para ensinar motoristas sobre direção defensiva

33
Trânsito em São Paulo Capital
Imagem de Luciano Teixeira por Pixabay

Não é preciso pesquisar muito na internet para descobrir como as novas tecnologias estão afetando o transporte público e a mobilidade em São Paulo. Entretanto, o que pode passar despercebido é a ação indireta de algumas dessas novidades digitais.

Estamos falando dos jogos de simulação, seja de ônibus, carro ou até mesmo de outros tipos de transporte. Essa diversão é, na verdade, uma ferramenta com potencial de melhorar a qualidade de quem está atrás do volante, principalmente na hora de relembrar algumas regras básicas de trânsito.

Entretanto, a discussão que estamos querendo propor aqui é como a influência dos jogos pode nos ajudar na vida real. Apesar da queda de acidentes fatais em São Paulo, com uma redução de 16,6% entre 2019 e 2020, o número de ocorrências no trânsito paulistano ainda é alto e está sempre acima dos 400 mensais.

O principal motivo desses acidentes acaba sendo a falta de atenção dos motoristas, seja por desrespeitarem regras básicas de trânsito ou então falharem na adoção de um estilo de direção defensiva.

Trânsito em São Paulo
Foto: Pixabay

Por isso, todo tipo de ajuda para tentar reduzir esses riscos é válida, e os jogos de simulação podem ser uma excelente ferramenta nesse sentido. Segundo reportagem do site Meio & Mensagem, mais de 73% dos brasileiros gastam algum tempo com jogos eletrônicos, seja no celular, no computador ou então em algum console de última geração.

Ou seja, usar esse entretenimento como uma espécie de treinamento casual nos mais de 60 milhões de motoristas que temos em todo o país poderia melhorar a qualidade do trânsito e evitar acidentes.

O que os jogos ensinam

Encontrar uma lista com os melhores jogos de simulação não é uma tarefa difícil, já que existem várias opções no mercado. Porém, se olharmos apenas para os títulos que simulam a função de motoristas, como franquias do estilo Euro Truck Simulator, Bus Simulator, Transport Fever e Autobahn Police Simulator, ainda assim veremos que existem vários jogos desse estilo no mercado.

Como os jogos de simulação poderiam ajudar a remodelar e a melhorar o estilo de direção dos motoristas brasileiros? A resposta pode ser encontrada tanto no elogiado Euro Truck Simulator 2 como também no simulador de direção de automóvel para autoescolas DriveSim.

Os dois funcionam de maneira parecida e ensinam que respeitar as leis de trânsito é a melhor forma de evitar qualquer problema nas ruas. Além disso, ambos mostram que a calma e a paciência são elementos essenciais para quem está atrás do volante.

Dirigindo no volante
Foto: Unsplash

Fora os títulos de simulação de que falamos e que ensinam diretamente como lidar com situações no trânsito, outros jogos digitais podem servir para ajudar os motoristas a melhorar sua força mental. Por exemplo, a lista de jogos do TechTudo mostra que títulos como Rootd e My Oasis – Tap Sky Island são excelentes para aprender a respirar e manter a calma em qualquer situação.

Da mesma forma, jogos de cartas também podem ser benéficos nesse aspecto. Se pegarmos como exemplo a tradicional modalidade blackjack, cuja finalidade é derrotar o crupiê, conforme comentado no site da Betway Cassino, portal especializado em jogos de cassino online, veremos que o jogo exige paciência e calma para tomar as decisões corretas, algo que é rotineiro na vida de qualquer motorista, seja de forma profissional ou casual.

Outros títulos famosos, como Candy Crush e Sudoku, aparecem na lista do site Tua Saúde como boas dicas para estimular o cérebro. Esses dois jogos exigem atenção e concentração dos jogadores, mas, ao mesmo tempo, também são um entretenimento que serve de descanso mental. Ou seja, reúnem quase tudo aquilo de que um motorista precisa.

Tecnologia como ferramenta

As novas tecnologias são uma realidade não apenas quanto ao mencionado entretenimento digital. A verdade é que a mobilidade urbana está se tornando mais moderna e, consequentemente, mais segura.

O investimento das empresas em sistemas inteligentes é cada vez maior, como já comentamos em reportagem do ano passado. É o caminho mais correto a ser seguido e que exige atenção e também incentivos financeiros.

Alças no ônibus
Foto: Pixabay

Também no ano passado, a Desenvolve SP mostrou que o apoio da tecnologia pode ajudar o meio ambiente, e não apenas a questão da mobilidade. O financiamento para a produção de um ônibus elétrico híbrido, que conta com tecnologia 100% nacional, foi um passo importante para aplicar as inovações pensando no bem-estar coletivo. Esse parece ser o projeto que São Paulo quer para os próximos anos.

Os acidentes e perigos no trânsito pelo país constituem uma questão séria e que coloca em risco a vida das pessoas. Por isso, toda a ajuda é bem-vinda para resolver esse problema. E usar uma forma casual, como é o caso dos jogos eletrônicos, pode ser de grande utilidade nesse sentido.

É claro que as estruturas são essenciais para a segurança, mas isso não quer dizer que devamos abrir mão de outras formas de melhoria. Tudo é válido para colaborar com o fato de as pessoas ficarem mais calmas e ao mesmo tempo dirigirem de forma defensiva no trânsito. Isso pode não apenas melhorar a qualidade de vida dos motoristas quanto evitar acidentes.

Deixe seu comentário