Viajando ao redor do mundo nas casas dos amigos

38
Viajando ao redor do mundo

Vamos ao início. A ideia não é nova, então nada foi inventado aqui também, já que as janelas web onde o serviço de troca de casas é oferecido para viajar e conhecer o mundo, seja através de um pagamento simbólico, ou de graça, são muito cada vez mais.

No entanto, a diferença chave no projeto “Swaapping”, que foi lançado há relativamente pouco tempo (cerca de seis meses), e que rapidamente o elevou para o topo, tem sido mover este mesmo sistema, mas apenas entre amigos ou círculo de amigos do usuário. Esta plataforma é bastante similar ao Friend Theory.

Em outras palavras, “Swaapping” só teve que melhorar o que já estava em vigor para dar um efeito de choque entre os milhões de usuários de internet e turistas que estão se movendo por esta tendência ascendente.

Swaapping: Conheça esta nova tendência

Dito isto, “Swaapping” é o novo projeto iniciado por Eduardo Manchón de Alicante, que entrou no coração da inovação quando vendeu seu aplicativo Panoramio ao Google -servindo a base do muito conhecido Google Earth em uma bandeja – por uma quantia que ele mantém ciosamente secreta.

A chave para “Swaapping” é a confiança que você tem em seus amigos, tão simples quanto isso, sem a necessidade de avaliações ou opiniões de estranhos.

Não é preciso confiar no sistema, mas nos próprios amigos, por isso o lema do “Swaapping” é “In Friends We Trust”, ou seja, “confiamos nos nossos amigos”.

Desta forma, o “Swaapping” oferece alojamento gratuito através da estadia ou troca de casas com amigos. Usando as conexões existentes no Facebook e outras redes sociais dos usuários registrados (Tuenti, Twitter, Google ou LinkedIn), “Swaapping” coloca as pessoas em contato que querem viajar compartilhando uma casa.

É por isso que, até agora, as opções alternativas de hospedagem em casas particulares significavam ficar na casa de um estranho, seja de graça ou pagando uma taxa semelhante à de um hotel.

Em Swaapping, por outro lado, a rede de alojamento é gratuita e é construída exclusivamente com amigos, com pessoas que você conhece e confia.

Há muitas formas de alojamento partilhado, mas muitas delas não são para todos. Ficar na casa de estranhos não é algo que todos gostem, por isso “Swaapping” não inventa nada, apenas facilita algo que sempre foi feito, as viagens visitando amigos que são a melhor maneira de viajar e conhecer um lugar.

A importância da negociação no Swapping

Em “Swaapping” os usuários podem adicionar seu espaço disponível (casa completa, quarto, hóspedes…), datas, anunciar seus planos de viagem, bem como decidir sobre pedidos de outros amigos que querem vir visitar ou trocar.

Descrevendo as linhas básicas do projeto que alimenta o “Swaapping”, as questões que podem ou não ser definitivas permanecem no ar para que um usuário seja inclinado a este tipo de serviço: São aceitos animais de estimação? Como é visto e recebido um fumante? E se tens filhos, como é que costuma reagir?

A resposta está na negociação anterior, na qual não há espaço no momento para o livre “Swaapping”, que é confirmado e reafirmado por todos os parceiros envolvidos.

E como então manter a plataforma a flutuar sem nenhuma renda? Se você quiser pular a poça, você terá que tomar um avião, tão cedo ou mais tarde eles vão oferecer voos, pacotes de viagens que, em maior ou menor medida, servirão para aliviar os primeiros pagamentos.

E você gosta de aproveitar esta forma de viajar?

Deixe seu comentário

comentários

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here