​CPTM abre consulta pública para concessão de espaços para publicidade em trens e estações

Empresas interessadas podem entregar propostas até dia 1° de novembro

34

A CPTM abriu consulta pública para conhecer as contribuições e questionamentos do mercado interessado em participar da licitação para exploração de espaços publicitários em trens e estações.

A concessão prevê um prazo de exploração por dez anos, prorrogável por mais dez anos, com pagamento de outorga e de remuneração mínima mensal ou 35% do faturamento bruto, o que for maior.

A concessão compreende mídia estática e digital nas estações das sete linhas e trens. Inclui também um plano de modernização da infraestrutura existente de mídia, orçado em R$ 25 milhões, com implantação, operação, manutenção, comercialização, conservação e administração dos espaços.

O concessionário terá espaços de mídia nos bloqueios, painéis estáticos, escadas rolantes, passarelas, adesivação dentro e fora dos trens, monitores e painéis digitais, entre outros. Novos espaços e formatos também poderão ser incluídos na concessão, mediante aprovação prévia da CPTM.

As empresas aptas a participarem da licitação precisam comprovar comercialização e exploração de mídia digital em pelo menos 100 equipamentos digitais em áreas de grande circulação, 1.200 m² de mídia estática ou 400 peças, incluindo instalação e desinstalação de painéis e prestação de serviço de gestão de mídia digital ou estática em áreas de grande circulação por mínimo de 90 dias corridos.

A CPTM tem um público de 3 milhões de passageiros por dia útil e passa por 23 municípios da Região Metropolitana, incluindo a capital paulista. No ano passado, a receita proveniente dos espaços publicitários constantes na consulta foi cerca de R$ 9 milhões e para este ano a Companhia prevê superar este valor.

As sugestões e comentários serão recebidos até o dia 1º de novembro, pelo email midia@cptm.sp.gov.br identificado pelo assunto: Concessão de Usos de Espaços – Projeto Global Mídia CPTM.

A Companhia avaliará todo o material recebido para a elaboração do edital para futuro pregão eletrônico. Todos os detalhes estão disponíveis no site da CPTM.

Deixe seu comentário