Tecnologia abre caminhos para a mobilidade rodoviária

CEO da Pumatronix, Sylvio Calixto, fala sobre as perspectivas de mercado e inovações ao segmento de concessionárias de rodovias

12
Mobilidade Trânsito nas estradas República
Foto: Divulgação
Publicidade

O mercado de mobilidade urbana e rodoviária, em específico o segmento de concessionárias de rodovias, ganha cada vez mais notoriedade no cenário nacional. Nesse sentido, os programas de desenvolvimento de concessões federais e estaduais se tornam essenciais, especialmente diante do aumento da frota de veículos que circula diariamente pelas estradas.

Para a Pumatronix, desenvolvedora de tecnologia e soluções de alta eficiência para gestão do tráfego urbano e rodoviário, que recentemente participou do Congresso Brasileiro de Rodovias e Concessões, em Brasília, há muitas oportunidades nas atuais concessões.

“Inserir novas tecnologias nas próximas concessões é extremamente importante para que todos possam contar com níveis elevados de qualidade do serviço, do usuário aos órgãos de fiscalização, passando por todas as divisões de uma concessionária”, afirma Sylvio Calixto, CEO da empresa.

Mas, afinal, quais os novos caminhos para concessões de rodovias no Brasil? Como tornar as vias informatizadas? Investir na regulamentação e infraestrutura é o primeiro passo, conforme afirma o CEO da Pumatronix, mas como isso pode ser um processo lento e burocrático, Sylvio Calixto defende que fabricantes e desenvolvedores de produtos tecnológicos devem pensar à frente.

“Não dá para ficar esperando as coisas acontecerem, é preciso trazer soluções inovadoras que não estão vinculadas a uma ou outra tecnologia específica. Temos que oferecer produtos que trabalhem com algoritmos próprios e específicos para processamento embarcado, não onerando os canais de comunicação e com possibilidades de uso com as tecnologias de comunicação que estão por vir”, reforça. Como exemplo, ele ainda cita o emprego da tecnologia 5G para os celulares, que traz maior cobertura e velocidade de transmissão de dados.

Em relação às inovações para o segmento de rodovias, Sylvio Calixto cita que, em geral, as tecnologias nesse setor envolvem a detecção, registro e análise de dados das passagens dos veículos. A Pumatronix, por exemplo, sempre busca inovar na forma de executar essas etapas. Ele ressalta o uso da inteligência artificial, Machine Learning e processamento de borda.

E faz um alerta ao setor: “Já pensou na redução de custos de implantação e manutenção que uma concessionária teria ao implantar contadores de veículos por imagem, ao invés de realizar obras para a instalação de laços indutivos? Imagine o ganho de eficiência ao evitar períodos de pista inativa causados por manutenções do laço, já que o classificador de veículos não requer esse tipo de obra.”

Entre as demandas para rodovias ainda em aberto, o CEO da Pumatronix cita o desenvolvimento de soluções para túneis por meio de imagem e integração com outros tipos de sensores. Ele acredita que, com pouco esforço, é possível entregar ao mercado uma nova gama de soluções.

Deixe seu comentário

comentários

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here