Estresse no trânsito e problemas capilares

Certamente, você já ouviu alguém falar que está estressado, mas você sabe o que é o estresse e como ele afeta não só a sua saúde mental como física (incluindo os cabelos)?

Já falamos nesta outra matéria que aproximadamente 31% da população brasileira passa mais de uma hora por dia no trânsito.

E, quando falamos isso, pode nem te assustar de início, mas há pessoas que perdem mais de 3 horas no dia só para se deslocar para o trabalho.

O resultado é que o dia já começa com metas comprometidas, e a mente está desperdiçando uma energia tão grande com o estresse que acaba não focando no que é importante.

Podemos ir mais além e lembrar que o estresse é um dos fatores que mais influencia na queda capilar – sendo ele no trânsito ou não. Quer saber mais? Confira a seguir!

A relação entre trânsito e estresse

Ninguém gosta de passar horas dentro de um ônibus ou carro porque está tudo parado, e, independente do horário, ficar preso no trânsito pode ser estressante e acabar com o bem-estar psicológico e físico de muita gente.

Para se ter ideia do quanto isso atormenta quem precisa se deslocar todos os dias para trabalhar ou estudar, uma pesquisa do Los Angeles Times de 2015 mostrou que as preocupações sobre o trânsito são superiores do que:

  • Segurança pessoal;
  • Finança;
  • Custo de moradia.

Se for calcular o gasto de passagens ao ano, o valor passa de R$ 2.600,00. Para quem usa gasolina, o valor aumenta; sem contar que existe o tempo desperdiçado no trânsito – e falta de dinheiro e tempo são motivos para estresse.

Como o estresse afeta o seu cabelo?

O estresse é considerada a doença do século pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e atinge mais de 90% da população mundial.

Além de gerar dores de cabeça, acnes, alergias, problemas na pele, ansiedade e depressão, altos níveis de estresse também criam problemas capilares.

Não existem provas de que pensamentos e emoções afetam a saúde dos seus fios, mas alguns estudos comprovam que estresses psicoemocionais possuem uma influência ativa no ciclo capilar, o que resulta em queda capilar.

O que fazer com problemas capilares por causa de estresse no trânsito?

O eflúvio telógeno (condição que os fios caem após experiências estressantes), por exemplo, pode ser revertido com alguns tratamentos simples.

Mas existem situações em que a volta dos fios não é reversível, e, nesse caso, é importante procurar uma clínica especializada, como a do Dr. Júlio César Yoshimura, para ver os possíveis tratamentos.

Em casos mais severos, em que o estresse no trânsito não foi o fator principal e apenas “ajudou” na queda, a melhor opção pode ser um implante capilar.

Mas o que é estresse, afinal?

Faz parte de uma condição que todo ser humano tem e é natural acontecer, respondendo a estímulos internos ou externos.

Quando você está estressado, seu corpo ou mente pensa que está sendo atacado e só quer reagir lutando ou fugindo – o que acaba liberando complexas misturas de substâncias químicas.

Algumas delas são:

  • Cortisol;
  • Adrenalina;
  • Norepinefrina.

O problema é que lidar com o estresse por muito tempo e ter essas substâncias liberadas insistentemente no corpo pode ser prejudicial pra sua saúde mental e física.

Isso pode diminuir a libido, aumentar os níveis de açúcar e também da pressão arterial.

E aí, você também está sofrendo com o estresse no trânsito e sente que seus cabelos estão caindo? Deixe um comentário e vamos te ajudar.

Deixe um comentário