Trens do monotrilho da Linha 15-Prata se colidem na Estação Jardim Planalto

161
choque monotrilho Estação Jardim Planalto
Colisão entre dois trens na Estação Jardim Planalto (Foto: Karen)

Por volta das 23h desta terça-feira, dia 29 de janeiro, dois trens do monotrilho da Linha 15-Prata se colidiram frontalmente na Estação Jardim Planalto, ainda em obras, na altura do número 9920 da Avenida Sapopemba, na Zona Leste. Neste trecho que ainda não é operacional, os trens circulam sem passageiros, pois manobram para retornar à Estação Vila União.

Após a colisão dos trens M22 e M23, quatro viaturas do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local e a corporação informou que felizmente não houve vítimas. Um dos trens teve a frente bastante danificada e algumas peças caíram na Avenida Sapopemba, na altura da Rua Francisca Marinho.

O Metrô de São Paulo divulgou uma nota oficial dizendo que “por volta das 23 horas, um trem da Linha 15-Prata que seguia vazio para uma área não operacional, onde são realizadas manobras, colidiu com outro trem que estava parado na plataforma da Estação Jardim Planalto, que não recebe passageiros. O Metrô abriu sindicância para apurar as causas do acidente”.

peças caídas
Peças dos trens que caíram na Avenida Sapopemba (Foto: Karen)

Segundo a SPTrans, algumas linhas de ônibus que passam pelo local, no sentido Bairro da Avenida Sapopemba, foram desviadas após a colisão dos dois trens.

Apesar da colisão dos trens, a Linha 15-Prata iniciou as operações normalmente nesta quarta-feira, dia 30 de janeiro, no trecho entre as estações Vila União e Vila Prudente.

Por volta das 7h desta quarta-feira, o diretor de operações do Metrô de São Paulo, Milton Gioia, disse ao telejornal Bom dia São Paulo que os trens não haviam sido retirados do local, porque é necessário avaliar a melhor maneira de recolhê-los.

O diretor ainda explicou que ainda está apurando o que causou o acidente e até quinta-feira deverá ser concluído um laudo preliminar sobre o caso.

Milton Gioia, disse que o monotrilho, que é controlado remotamente e não possue maquinista, teve seu freio de emergência acionado por um operador de trem que estava na composição no momento da colisão.

“Eu gostaria de frisar que o metrô é um transporte seguro. Nós seguimos inúmeros protocolos técnicos para que não tenha nenhum tipo de problema e possa oferecer o melhor transporte para o nosso cliente. O que aconteceu ontem foi a colisão de um trem que estava parado fora da área com um trem que estava fazendo manobras”, disse Milton Gioia.

A colisão acontece um dia depois que parte das peças de um equipamento de via se soltaram na região da Estação Vila União chegando a danificar parte de um trem.

Linha 15-Prata

No dia 12 de janeiro, a Linha 15-Prata teve seu horário de funcionamento ampliado e agora funciona de domingo a sexta-feira, das 4h40 à meia-noite e aos sábados, das 4h40 à 1h da madrugada.

O trecho da Linha 15-Prata na Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello é atendido pelas estações Vila Prudente, Oratório, São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União.

As estações Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus na Avenida Sapopemba devem ser inauguradas no segundo semestre deste ano.

Leia também

Mobilidade Sampa

Quer ficar informado sobre tudo o que acontece na mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @mobilidadesampa no Twitter.

Use a hashtag #mobilidadesampa no Instagram.

Fique tranquilo. Não enviamos spam, a sua privacidade será respeitada e você poderá sair facilmente quando desejar.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here