Saiba como foi o Festival MOBIFILM 2018

12
premiação mobifilm 2018
Foto: Mobifilm/Facebook

Alinhado com o Global Road Safety Film Festival e com a Década Mundial de Segurança no Trânsito da Organização das Nações Unidas, o MOBIFILM é um Festival de filmes, vídeos, programas de TV, matérias de mídia digital, entre outros, com o propósito de divulgar aprodução audiovisual que retrata os dramas da mobilidade e da violência de trânsito.

Com direção de Eduardo Abramovay, idealizador do evento, e produção de Leonardo Khedi contou com a presença de especialistas, ativistas, artistas e cineastas para debater, refletir e propor soluções sobre mobilidade e segurança viária.

sala mobifilm
Foto: Mobifilm/Facebook

O MOBIFILM 2018 recebeu 93 filmes, selecionou e exibiu 34, entre documentários, animações, curtas e longas metragens, webséries e vídeos institucionais, que abordam a mobilidade urbana, a segurança no trânsito, o direito à cidade entre outras questões.

Apresentou em 2018 uma novidade: a categoria “vídeo mulher”, que trata das questões específicas das mulheres na mobilidade urbana.

As sessões aconteceram no dia 30 de novembro, das 13h às 17h e no dia 1º de dezembro, das 10h às 18h.

Como atração extra aconteceu a apresentação de realidade virtual no projeto “Mobilidade Acessível, Inclusive”, que ofereceu ao público vivenciar em uma cadeira de rodas a experiência de um cadeirante andando pela cidade.

cadeira mobifilm
Foto: Mobifilm/Facebook

SEMINÁRIO

DESAFIOS E INICIATIVAS PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO

Com o objetivo de discutir a situação do trânsito brasileiro e a performance do país na Década Mundial do Trânsito da Organização das Nações Unidas, foram convidados os seguintes especialistas:

  • Professor Paulo Saldiva,médico patologista e um dos maiores especialistas no mundo sobre o impacto da poluição atmosférica na saúde da população. Atual Diretor do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo.
  • Nadja Baldaconi, responsável pelo Núcleo de Municípios do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito.
  • Giuliana Pompeu, da Organização Não Governamental Bike é Legal.
  • Andréa Matsui, Gerente de Sustentabilidade da Ambev.
  • Doutora Júlia Greve, Mestre e Doutora em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
  • Alexandre Pelegi, Jornalista mediador.

O seminário foi transmitido por streaming, tendo alcançado 1.500 pessoas e pode ser conferido na íntegra no Facebook.

SESSÕES DE CINEMA

Após o seminário, iniciaram-se as cinco sessões de cinema, tendo um público médio de 50 pessoas por sessão.

ENCERRAMENTO E PREMIAÇÃO

Após exibição dos filmes iniciaram-se a cerimônia de premiação e encerramento. Compareceram à cerimônia de premiação e encerramento cerca de 120 pessoas.

A mestre de cerimônias foi a atriz Leona Cavalli.

leona cavalli mobifilm
Foto: Mobifilm/Facebook

Entre os presentes estavam os paraninfos que premiaram as categorias vencedoras:

  • Mauro Calliari (Pesquisador)
  • Ana Nassar (Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento)
  • Luiz Carlos Néspoli (Associação Nacional de Transportes Públicos)
  • Bruno Assami (Unibes Cultural)
  • Chico Guariba (Ecofalante)
  • Jayme Serva (Redator e Roteirista)
  • Lucio Gregori (Ex-Secretário de Transportes de São Paulo)
  • Luiza Andrada (Instituto Cidade em Movimento)
  • Meli Malatesta (Associação Nacional de Transportes Públicos)
  • Rafael Calabria (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor)
  • Rosângela Martins (UniAfro)
  • Suzana Nogueira (União de Ciclistas do Brasil)

Todos os 34 filmes selecionados foram presenteados pela tembici. com um plano anual de acesso ao Bike Sampa.

Os melhores filmes de cada categoria ganharam um certificado MOBIFILM e um Troféu MOBIFILM 2018.

Na categoria Vídeo-Mulher, o melhor filme ganhou do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento, passagem e hospedagem para participar do evento Mobilize Fortaleza, marcado para junho de 2019.

Por fim, o Melhor Filme do Festival foi premiado com um final de semana na pousada Estalagem Camburi, no litoral norte de São Paulo.

O júri do MOBIFILM 2018 foi composto por Jayme Serva – redator e roteirista, Luiza Andrada e Silva – Jornalista, educadora e diretora do Instituto Cidade em Movimento e Mauro Calliari pesquisador e membro da Organização Não Governamental Cidade a Pé.

mobifilm
Mauro Calliari, Luiza Andrada e Jayme Serva (Foto: Saldanha Mujica)

Os vencedores principais do MOBIFILM 2018 foram:

  • Melhor Filme do Festival: Elo Perdido – O Brasil que Pedala dirigido por Renata Falzoni, Prêmio Estalagem
  • Categoria Vídeo-Mulher: Elas no pedal: Mulheres ciclistas são minoria na capital, dirigido por Giovanni Bello, Prêmio Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento.

O link de todos os filmes vencedores em suas categorias pode ser vistos no site do MOBIFILM.

A premiação foi transmitida por streaming, tendo alcançado 1800 pessoas e pode ser conferida na íntegra no Facebook.

premiados mobifilm
Leona Cavalli, Pedro Vicente (Apresentador Mobilis), Tide Gugliano (Diretor Mobilis), Mauro Calliari (Redator e Roteirista)

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here