Colaboradores da ViaMobilidade já participam da operação da Linha 5-Lilás

0
40
catracas estação moema ViaMobilidade
Estação Moema (Foto: Igor Roberto)

A partir do dia 4 de agosto, a ViaMobilidade passará a assumir integralmente a operação da Linha 5-Lilás do Metrô, a concessionária que venceu o leilão de concessão da linha no mês de janeiro, terá um contrato que será válido por 20 anos.

Na Linha 5-Lilás, já é possível notar colaboradores da ViaMobilidade presentes nas estações e nos trens, inclusive também já se nota que os seguranças estão reduzindo o comércio ilegal, antes mais comum de ser visto.

Nas plataformas das estações, os colaboradores estão auxiliando os passageiros nos embarques e desembarques nos horários de pico, para controlar o fluxo com o objetivo de evitar atrasos nas viagens. Nas cabines dos trens, operadores de trens já são vistos fazendo treinamento em horário reduzido.

A ViaMobilidade irá assumir os trens das frotas F e P, estes últimos mais modernos. Além disso, a concessionária vai gerenciar os dois pátios de manutenção da linha, são eles: Capão Redondo e Guido Caloi, sendo que este último ainda está em construção.

Além de ter vencido o leilão de concessão da Linha 5-Lilás, a ViaMobilidade assumirá o monotrilho da Linha 17-Ouro, este quando as obras estiverem totalmente concluídas em meados de 2020 ou 2021, as obras seguem em andamento em trechos específicos.

Estação Adolfo Pinheiro
Estação Adolfo Pinheiro (Foto: Divulgação)

Transferências e portas de plataforma

Na Linha 5-Lilás, a concessionária ganhará duas novas integrações com outras linhas do sistema metroferroviário. Na Estação Santa Cruz, o desafio será controlar o fluxo grande de passageiros na transferência com a Linha 1-Azul do Metrô, fica a expectativa como será a movimentação de passageiros nos túneis de ligação entre as duas linhas.

Na Estação Santo Amaro, o desafio será melhorar o caminho estreito dos passageiros na interligação com a Linha 9-Esmeralda da CPTM.

Além disso, as portas de plataforma só estão instaladas nas estações Adolfo Pinheiro e Brooklin (não funcionam ainda), nas demais estações o Metrô não instalou os equipamentos.

estação aacd servidor obras
Estação AACD-Servidor (Foto: Metrõ de São Paulo)

Novas estações

No próximo mês, quando a concessionária assumir integralmente a linha, ganhará quatro novas estações (AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin) que ainda estão na fase final de obras.

Assim como acontece nas estações da Linha 4-Amarela, operadas pela ViaQuatro, fica a expectativa para a ViaMobilidade implantar na Linha 5-Lilás, as tecnologias como painéis que informam quando o próximo trem irá chegar na plataforma e o nível de lotação das composições.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO