Desafio da mobilidade urbana em São Paulo: novidades e tendências para 2018

0
249
mobilidade urbana

Não é de hoje que o tópico “mobilidade urbana” é tema entre as principais rodas de discussão que envolvem os problemas relacionados a São Paulo. Uma das maiores metrópoles do mundo, a capital do Estado tem novidades interessantes para 2018 que soam como notícias positivas para melhorar a situação do transporte urbano.

Só neste início do ano, São Paulo teve alguns desafios importantes na mobilidade urbana. Cerca de 870 mil pessoas agitaram o carnaval no início de fevereiro, enquanto outros eventos importantes e de escala nacional, show do Phil Collins e Foo Fighters no Allianz Parque e a volta do futebol na capital colocaram em teste mais uma vez a mobilidade urbana na cidade.

Como São Paulo segue crescendo e a expectativa é que 2018 seja recheada de outros eventos de grande porte, alternativas de empresas privadas e alguns projetos públicos estão na pauta atual.

O táxi de bicicleta em ascensão no coração do comércio

Em avenidas de grande movimentação financeira, como a Faria Lima, a locomoção das pessoas é maior do que em regiões residenciais e isso chamou a atenção de empresários do ramo da mobilidade urbana.

Pensando em transporte rápido, barato e sem complicação, surgiu o Bikxi, aplicativo que tem sido grande sucesso na Avenida Faria Lima, por exemplo. O fundador do aplicativo, Danilo Lamy, disse ao site R7 que pretende expandir o Bikxi para outras regiões da capital. O aplicativo está disponível para Android e iOS.

Mais incentivos as bicicletas 

Além do Bikxi, outra novidade interessante na mobilidade urbana de São Paulo tem a ver com a chegada da PBSC Urban Solutions, uma empresa de calibre mundial que é especialista em mobilidade urbana e compartilhamento de bicicletas.

No início do ano, a empresa anunciou que vai colocar 2.600 bicicletas com mais de 200 estações alimentadas por energia solar na capital do estado. O projeto, que conta com a parceria do Itaú Unibanco e a tembici., espera incluir ainda mais a bicicleta como um meio de transporte viável e rotineiro para o cidadão em São Paulo.

“Estamos muito felizes em implantar no Brasil o sistema mais utilizado de bicicletas compartilhadas no mundo. Além de trazer nova tecnologia, nós estudamos os sistemas de mais sucesso e aplicamos os processos de gestão e distribuição das estações no novo Bike Sampa”, afirma Tomás Martins, diretor da tembici.

Seminário e concurso de mobilidade urbana 

Na ala dos estudos e ideias para melhorar a mobilidade urbana, para o futuro próximo São Paulo pode se beneficiar de eventos importantes no assunto.

Até o dia 9 de março, estão abertas as inscrições para o InoveMob, um concurso de renome que premiará projetos de mobilidade sustentável.

Já no dia 25 de maio, o WTC Sheraton, na Avenida das Nações Unidas, 1551, recebe o Summit Mobilidade Urbana Latam 2018, um seminário importante com vários centros de debate relacionados ao assunto. Hotel de cinco estrelas, o seminário será regado a ótima estrutura e conforto. Famoso por receber eventos de grande porte, o WCT Sheraton, neste ano, já sediou a primeira etapa do campeonato brasileiro de poker, que contou com grande volume de competidores.

Novo sistema de transportes para a macrometrópole a caminho

Foi anunciado em fevereiro um estudo que criará um novo sistema de transporte envolvendo a região metropolitana e outras cidades ao redor – que representam mais de 75% da população do PIB do Estado.

A chegada do estudo foi sacramentada pelo governo em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), e tem prazo para ser executado em até 20 meses. Como centro do estudo, está a possibilidade da instalação de um trem que intercalaria São Paulo a Americana.

Assim que os estudos estejam prontos, o governo terá o panorama completo para viabilizar o serviço do Trem Intercidades.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO