​Ação na Estação USP Leste da Linha 12-Safira desvenda Mistérios da Ciência

Os usuários da Estação USP Leste que, que atende a Linha 12-Safira da CPTM, terão a oportunidade de desvendar, de forma clara e instrutiva, os mistérios do universo da ciência. Na próxima sexta-feira (5/05), os monitores do projeto “Banca da Ciência” farão experimentos científicos, das 11h às 15h.

Promovido pela Universidade de São Paulo, o projeto mobiliza alunos e docentes da universidade para realizar apresentações interativas de jogos lógicos e modelos robóticos, além de experimentos científicos, como aquele que dá a noção correta dos tamanhos relativos entre os planetas e o sol.

Com o objetivo de despertar o interesse das pessoas pelo mundo da ciência, o programa contempla ações interativas para todas as idades, permitindo descobrir uma nova forma de diversão. Os projetos foram feitos com baixo custo financeiro e a ideia é que as pessoas possam recriá-los em casa, compartilhando o conhecimento com familiares e amigos.

Evento – Banca da Ciência

Projeto Banca da Ciência
Estação USP Leste (Linha 12-Safira)
Data: sexta-feira, 5/05, das 11h às 15h

Banca da Ciência

Banca da Ciência – Mais informações

A Banca da Ciência é um projeto de popularização da ciência no formato centro de ciências itinerante. A base do projeto são as bancas móveis, similares às usadas para venda de jornais e revistas, mas que funcionam como centros de ciências e abrigando exposições de materiais interativos para a disseminação da ciência e da tecnologia empregando materiais lúdicos, simples e de baixo custo, tais como montagens experimentais, maquetes, jogos, brinquedos, pôsteres interativos, entre outros, e sua maioria produzidos de forma artesanal.

Com enfoque interdisciplinar, valoriza as interações entre as ciências, as artes e as humanidades tratando de temas sociais e empregando diversas mídias como proposta de comunicação. O público alvo são as crianças e adolescentes da educação básica, seus professores e suas famílias, sobretudo da rede pública de ensino.

A iniciativa é baseada no projeto Ecoteca da ONG (Organização não Governamental) Instituto Educare, que a apoia mediante o fornecimento de duas bancas e de orientação técnica.

Atualmente, é gerenciado conjuntamente pela USP (Universidade de São Paulo) Leste e pela Universidade Federal de São Paulo (campus Guarulhos e Diadema) e conta com financiamento do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo e Fundação Maria Cecília Souto Vidigal.

Mais informações: www.cienciamao.usp.br

Deixe um comentário