Reembolso das modalidades Diário e Mensal do Bilhete Único que teve reajuste pode ser solicitado pela internet

313
Compra de créditos Bilhete Único Anônimo Bilhete Único Deficiente Bilhete Único do Desempregado Bilhete Único do Professor
Foto: Reprodução

Os passageiros que compraram créditos do Bilhete Único nas modalidades Diário ou Mensal nos dias em que a tarifa estava reajustada podem solicitar o reembolso a partir desta segunda-feira (16). O reembolso vale para todos os usuários que carregaram os bilhetes entre os dias 8 e 10 de janeiro, podendo haver solicitação do valor em créditos do Bilhete Único ou depositado em conta corrente. Quem optar pelo reembolso por conta corrente o valor será creditado em 10 dias.

O pedido de reembolso deve ser feito no site da SPTrans através do endereço https://scapub.sbe.sptrans.com.br/sa/acessoPublico/index.action e será feito pelo número do Bilhete Único.

Também serão reembolsados passageiros que usaram o sistema em cerca de 100 ônibus que ainda não tinham seus validadores atualizados no dia 11 de janeiro com os novos valores.

No dia 6 de janeiro, a justiça determinou a suspensão do reajuste dessas duas modalides do Bilhete Único. O bilhete diário comum passou de R$ 10,00 para R$ 15,00 e o bilhete diário integração passou de R$ 16,00 para R$ 20,00. O bilhete mensal comum passou de R$ 140,00 para R$ 190,00 e o bilhete mensal integração passou de R$ 230,00 para R$ 300,00. No dia 8 de janeiro, o reajuste entrou em vigor, mesmo com a justiça determinando a suspensão, porém a suspensão só ocorreu no dia 11 de janeiro, após recurso do Governo do Estado ter sido negado pela justiça e os valores antigos entraram em vigor.

A modalidade do Bilhete Único Semanal foi extinta.

Confira a nota completa da SPTrans:

“A SPTrans está apurando os dados vindos dos 15 mil validadores instalados nos ônibus para, assim, identificar os cartões nos quais houve débito indevido. Assim que for concluída a apuração, uma carga eletrônica será criada e disponibilizada para que o usuário baixe o crédito de ressarcimento em seu bilhete único encostando o cartão em uma máquina de recarga.

São necessários três dias para que todos os dados dos 15.000 validadores sejam analisados.

Quem comprou bilhete temporal poderá entrar no site da SPTrans a partir de segunda-feira, dia 16, e escolher se prefere o ressarcimento em crédito no bilhete ou depositado em conta-corrente. 

A análise revelou que cerca de 100 validadores continuaram cobrando a mais depois da notificação judicial que suspendeu o reajuste das integrações.”

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here