Acaba a integração gratuita nos terminais Piraporinha e Diadema

351
câncer mama
Foto: Wikipedia

A partir de 22 de janeiro de 2017, será cobrada a tarifa de integração no valor de R$ 1,00 entre as linhas dos sistemas municipal (empresas Benfica e Mobibrasil) e metropolitano com o Corredor ABD (linhas da Metra), nos Terminais Piraporinha e Diadema, cumprindo as cláusulas contratuais referentes à execução dos serviços de substituição, conservação, manutenção preventiva e corretiva da rede aérea de alimentação dos trólebus.

A tarifa de integração será descontada diretamente por meio do Cartão BOM. Quem não tiver o Cartão BOM, terá que pagar o valor da tarifa cheia.

As linhas operadas pela Metra no Corredor ABD são: 284, 284M, 285, 286, 287, 287P, 288, 288P, 289, 290, 376, 376M e 487).

As linhas de ônibus municipais que atendem ao Terminal Diadema podem ser consultadas no site da Prefeitura de Diadema, clique aqui (clique em Transportes e depois clique em Linhas de Ônibus).

No Terminal São Mateus a medida também passa a vigorar a partir de 22 de janeiro de 2017.

Nas redes sociais, os passageiros não estão satisfeitos com esta cobrança da integração e relatam:

“Alguém me explica essa coisa de taxa de plataforma de RS 1,00 que os terminais da EMTU estão cobrando? Isso pode do ponto de vista legal?”

“Alô Geraldo Alckmin, integração no Terminal Diadema? O Brasil está em crise e as pessoas estão desempregadas! Como vão procurar emprego? Responda!”

“Não queremos pagar mais esta conta dos terminais da EMTU, é mais um roubo a população já sofrida com os aumentos camuflados”

“Emocionante está a batalha no ABC por transporte. Primeiro a linha 10-Turquesa até o Brás, agora a cobrança em terminais da EMTU”

Deixe seu comentário