84% dos carros que passam a circular pelo Viaduto Doutor Plínio de Queiroz levam passageiro

Programa Vamos Juntos tem o objetivo de incentivar a viagem compartilhada; após duas semanas de orientação, autuações começaram a ser aplicadas nesta segunda-feira (23)

88
Viaduto Plínio de Queiróz

Técnicos da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) constataram que 84% dos motoristas que passaram nos últimos dias pelo viaduto sobre a Avenida Nove de Julho atenderam à nova regulamentação e estavam com mais de uma pessoa. A nova regra de circulação, que passou a valer no dia 6 de janeiro, faz parte do programa Vamos Juntos, da Prefeitura de São Paulo e da CET, que visa incentivar a viagem compartilhada.

Durante a semana, das 5h às 21h, o tráfego é liberado no viaduto Doutor Plínio de Queiroz, na Avenida Nove de Julho, para carros nessas condições. Aos sábados, a circulação é permitida das 5h às 15h. Nos demais horários, domingos e feriados, o tráfego é liberado para todos os veículos. A circulação de ônibus no local está mantida sem prejuízo aos passageiros. O viaduto estava fechado para carros desde o dia 2 de novembro de 2015.

Nesta segunda-feira (23), agentes da CET passam a autuar os motoristas que trafegam na via sem outros ocupantes no veículo. Na manhã desta segunda, nove condutores foram autuados. No período da tarde, foram 20 autuações.

Nessas primeiras semanas, os agentes de trânsito apenas orientaram os motoristas informando os horários de liberação dos carros compartilhados. Foram instaladas faixas e painéis eletrônicos com mensagens informando as mudanças.

A partir desta segunda-feira (23/1), a multa para quem trafegar sem passageiro é considerada infração média no valor de R$ 130,16, com perda de quatro pontos na carteira de habilitação.

Deixe seu comentário