Músicas nordestinas vão divertir e entreter usuários na Estação São Miguel Paulista da CPTM

Nesta quarta-feira, dia 30, o projeto Espalha Brasa vai esquentar a tarde dos usuários que passarem pela Estação São Miguel Paulista, na Linha 12-Safira da CPTM. A partir das 16h30, os músicos Julinho Torres e Dika de Monteiro interpretarão uma grande coletânea de vários ritmos da cultura nordestina.

O projeto “Espalha Brasa”

Idealizado por Zé Geraldo, produtor cultural, pesquisador e radialista, o projeto surgiu para resgatar, preservar e divulgar o forró tradicional por meio de shows gratuitos, debate, programas de rádio e da “Forroteca Espalha Brasa”, novo projeto de estímulo à leitura em bibliotecas que mescla forró com literatura.

Ao longo dos últimos anos o Espalha Brasa realizou ações com os nomes mais importantes do forró tradicional, como Edson Duarte e Tiziu do Araripe, Anastácia, Trio Nordestino, Os 3 do Nordeste, Trio Sabiá, dentre outros.

Nas estações da CPTM, os passageiros têm a oportunidade de conhecer e apreciar vários ritmos nordestinos. O contagiante forró, por exemplo, é sinônimo de tradição nordestina e engloba a quadrilha, o xote, o baião, dentre outras variantes.

O baião é muito popular no norte e nordeste e tornou-se nacionalmente conhecido através de Luiz Gonzaga, conhecido como o “rei do baião”. A temática do baião é o cotidiano dos nordestinos e as dificuldades da vida.

O xaxado, ritmo que tem suas origens no sertão nordestino, remonta à marcante época do cangaço. Nascido no recôncavo baiano, o samba de roda é resultado da mistura entre diferentes ritmos africanos. O frevo é um ritmo típico de Pernambuco e tornou-se popular no país por ser uma das estrelas do carnaval de Recife.

Serviço:

Projeto “Espalha Brasa”
Atrações: Julinho Torres e Dika de Monteiro
Estação São Miguel Paulista, Linha 12-Safira
Quarta-feira, dia 30, às 16h30

Deixe um comentário