Brasil e Portugal desenvolvem projeto de mobilidade com carros elétricos

Dois países assinam acordo de cooperação envolvendo universidades para desenvolvimento de um sistema de mobilidade urbana com uso de veículos elétricos em Belo Horizonte

66
Projeto prevê monitoramento do transporte dentro do sistema (Foto: Divulgação)

Representantes dos governos de Portugal e brasileiro, particularmente do estado de Minas Gerais, assinaram nesta quarta-feira (2) um acordo de cooperação para o desenvolvimento de um sistema de mobilidade urbana baseado no uso de veículos elétricos.

A cooperação técnica deste projeto já havia sido firmada em setembro, mas agora passou a envolver também instituições de ensino superior dos dois países, a Universidade do Minho e a Universidade Federal de Minas Gerais, explicou o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor.

O projeto-piloto de mobilidade urbana, que será implantado em uma área de Belo Horizonte, utilizará ônibus, carros e motos movidos a eletricidade para transportar funcionários de diversos órgãos públicos. Serão investidos pelo estado de Minas Gerais R$ 3 milhões (830 mil euros).

A participação portuguesa consiste no uso de um sistema criado pelo Centro de Engenharia e Inovação para gerir a circulação destes carros e no desenvolvimento de aplicações que indicarão a localização e a eficiência do transporte dentro deste sistema.

A empresa do setor elétrico brasileiro Axxiom, com atuação no estado de Minas Gerais – participa desta iniciativa. Segundo Fabiana Santos, presidente da Axxiom, o projeto deve entrar em funcionamento em dezembro próximo, mas a sua aplicação total vai demorar ainda um ano, quando a expectativa é ter 25 veículos operando no sistema.

A executiva da Axxiom disse ainda que, após implantado o projeto, este será apresentado também a outras cidades brasileiras para estimular a adoção de meios de transporte com energia limpa no país.

Fonte: Observador

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here