Candidatos à Prefeitura de Osasco: Mobilidade Urbana

O portal G1 entrevistou os oito candidatos à Prefeitura de Osasco. As entrevistas foram gravadas na semana passada. Cada candidato teve 10 minutos para falar das propostas para questões importantes para a cidade.

Destacamos o que os candidatos apresentaram sobre as propostas de melhoria da mobilidade urbana na cidade de Osasco.

Leia também: Candidatos a prefeito de Osasco participam de debate no G1

Rogério Lins

Em termos de mobilidade, quer criar uma companhia de engenharia de tráfego para desafogar os gargalos da cidade.

Osvaldo Verginio

Na área da mobilidade urbana, promete melhorar a qualidade do transporte público, a segurança das ciclovias, e considera que o valor das passagens de ônibus é alto na cidade por conta do preço do combustível e por isso avalia mudar a frota atual por uma movida a eletricidade. Se eleito, pretende concluir a canalização do braço morto do Rio Tietê, que provoca alagamentos em Osasco.

Solange Pall

Se eleita, ela quer rever os contratos com as empresas de ônibus e implementar o Bilhete Único na cidade.

Antônio Jorge Pereira Lapas

O atual prefeito disse que se for reeleito vai concluir obras no braço morto do Rio Tietê, o novo Paço Municipal, terceira ponte e um novo acesso à cidade pela Rodovia Castelo Branco.

Claudio Piteri

Disse que se for eleito vai trazer um novo modelo de gestão, com mais transparência junto à população da cidade.

Sem propostas

Os candidatos Celso Giglio, Valmir Prascidelli, Marcos Arruda não falaram sobre mobilidade.

Deixe um comentário