Workshop “CPTM e Memória” encerra ciclo de encontros nesta quinta-feira (11)

Empregados e usuários da CPTM terão a chance de conhecer mais sobre a evolução do sistema de sinalização nesta quinta-feira (11/08). O auditório do Centro de Controle Operacional (CCO), localizado na Estação Brás, recebe o último encontro do workshop “CPTM e Memória”, das 19h às 21h.

A atividade integra as comemorações de 10 anos do CCO no Brás e 24 anos da criação da CPTM. O pesquisador de história ferroviária e membro da Sociedade de Pesquisa para Memória do Trem e do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, Rafael Corrêa, é o responsável pelas três palestras que integram o programa. Ele também é autor do livro “Locomotivas Elétricas da Companhia Paulista de Estradas de Ferro”, publicado pela Editora Memória do Trem, em 2015.

O ciclo de palestras trouxe informações sobre o passado das linhas que hoje são operadas pela CPTM. No primeiro encontro, em 20 de junho, a implantação da ferrovia no Brasil foi o destaque. Já no segundo evento, em 6 de julho, o foco foi a evolução do transporte urbano sobre trilhos em São Paulo.

A participação do público, formado principalmente por empregados antigos que contribuíram com o debate a partir da experiência ferroviária, foi um dos pontos altos da segunda palestra, observa Corrêa. “Busquei mostrar quão árdua foi a evolução dos transportes sobre trilhos em São Paulo e o que a CPTM fez em seus 24 anos. Os funcionários perceberam a importância do trabalho que eles fazem no dia a dia.”

Com vagas esgotadas, a palestra desta quinta-feira fará um apanhado dos tipos de sinalização utilizados na empresa e o histórico em cada uma das seis linhas, chegando até o CCO, que completa 10 anos de funcionamento unificado. Durante o último mês, Corrêa se aprofundou no tema e percebeu a importância da área para a operação do sistema.

“Dentre os diversos itens que envolvem o universo ferroviário, a sinalização era o que eu tinha menos facilidade”, conta o palestrante, agradecido pelo convite feito pela CPTM para proferir o ciclo de palestras. O pesquisador salienta a abordagem diferenciada no workshop, que deixou de lado o saudosismo para com a ferrovia e focou no olhar histórico. “Investe-se muito pouco na memória da ferrovia no Brasil. O resgate dessa história vai trazer elementos para subsidiar o amanhã. Conhecê-la nos ajudará a valorizar o que foi feito.”

Serviço:

Workshop “CPTM e Memória”
A Evolução do Sistema de Sinalização nas Linhas da CPTM
Local: Auditório do CCO na Estação Brás
Data: 11/08, quinta-feira
Horário: das 19h às 21h
Vagas Esgotadas

Deixe um comentário