Estação Clínicas da Linha 2-Verde recebe Campanha de Conscientização sobre Diabetes

212
Tireoide Saúde Estação Clínicas da Linha 2-Verde
Estação Clínicas da Linha 2-Verde (Foto: Gabriel Sperandio)

O Metrô apoia a “Campanha Diabetes Sem Complicações”, que será realizada pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) na terça-feira (dia 30) e quarta-feira (dia 31), na estação Clínicas da Linha 2-Verde, das 7h às 16h. A diabetes é uma doença que causa a elevação da glicose no sangue, provocando hiperglicemia. Essa alteração pode ocorrer devido a defeitos na secreção ou na ação do hormônio insulina, que é produzido no pâncreas. A função principal da insulina é promover a entrada de glicose para as células do organismo e a falta da dela resulta no acúmulo de glicose no sangue e causa diversos malefícios ao organismo.

O principal objetivo da campanha é conscientizar os usuários sobre como a diabetes influencia no aparecimento de outras doenças. Atualmente, até 40% dos pacientes com diabetes desenvolvem problemas nos rins, comprometimento cardiovascular e acidente vascular cerebral (AVC).

Hoje, metade da população não tem conhecimento que estas graves doenças podem ser prevenidas se houver um controle adequado e um acompanhamento constante sobre os níveis de glicose no organismo. A campanha da SBD vai destacar que um simples diagnóstico pode detectar a diabetes.

Interação com os usuários

Nos dias 30 e 31, os passageiros que passarem pela Estação Clínicas serão convidados por duas monitoras a montar um quebra-cabeça gigante, que revelará informações e dicas sobre a prevenção da diabetes. A estrutura vai permanecer na estação por um mês.

Faz parte também da ação a distribuição de uma cartilha ilustrativa com passatempos e cruzadinhas que, de forma lúdica, vão passar dados importantes sobre a diabetes.

Pesquisa “Diabetes sem Complicações”

A Sociedade Brasileira de Diabetes, em conjunto com outras empresas e em parceria com o Ibope, realizou um levantamento para medir o grau de conhecimento da população sobre o tema diabetes.

A pesquisa teve a participação de 600 internautas, sendo que 145 pacientes possuíam diabetes. Infelizmente, os resultados mostraram que os participantes não demonstraram preocupações com o fato de a doença ser causa de alterações cardiovasculares e renais. A moléstia pode se apresentar de duas formas: diabetes Tipo 1 (DM1), autoimune e caracterizada pela destruição das células produtoras de insulina e o diabetes tipo 2, que possui um fator hereditário maior do que no tipo 1, além de ter uma grande relação com a obesidade e o sedentarismo.

A apuração também mostrou que 18% dos pacientes não sabem o tipo de diabetes que têm. Além disso, mais de 28% acreditam esta é uma doença exclusiva de idosos, revelando que muitos não sabem que este mal pode acometer ainda jovens e crianças.

Quando questionados sobre o maior medo em relação à diabetes, apenas 6% dos pesquisados pontuaram “ter alguma doença renal”, e 3% “ter alguma doença cardíaca” e 21% maior receio de morrer”. Os principais temores são: a amputação de algum membro (32%) e ficar cego (também 32%).

“Campanha Diabetes Sem Complicações”
Dias: 30 e 31 de agosto
Horário: das 7h às 16h
Local: Estação Clínicas do Metrô – Linha 2-Verde

Deixe seu comentário