Após mudanças na fiscalização, aeroportos de Congonhas e Guarulhos tem filas

Passageiros passam por procedimentos de inspeção mais rigorosos. Filas chegaram até o saguão do aeroporto; há demora no embarque.

252
Movimentação intensa e filas de passageiros enche saguão do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciou procedimentos mais rigorosos de inspeção dos passageiros e de bagagens (Foto: Marco Ambrosio/Framephoto/Estadão Conteúdo)

Passageiros do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, enfrentaram longas filas na manhã desta segunda-feira, dia 18 de julho, após mudanças que tornaram as inspeções mais rigorosas em todos os aeroportos brasileiros. Por volta das 8h15, a fila para passar a bagagem no raio-x chegava ao saguão do aeroporto, próximo à escada rolante.

Pela manhã, passageiros esperaram em média uma hora para passar pelo raio-x. Até as 10h, dos 73 voos previstos, onze registraram atrasos e um foi cancelado. A Anac (Agência Nacional de Aviação) recomenda que o passageiro chegue ao menos uma hora e meia antes do voo.

As medidas adotadas para voos internacionais passam a valer para nacionais, como passagem pelo raio – x e vistoria aleatória de passageiros. Com isso, as filas para passar nas esteiras estão grandes nesta manhã.

Segundo a Infraero, o passageiro que tiver problemas ou tiver perdido o voo deve primeiro procurar a companhia aérea para só depois procurar a própria Infraero.

No Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, há registros de filas maiores do que a média, mas segundo a empresa que administra o aeroporto, não houve reclamações formais.

Dos 144 voos domésticos programados até as 10h, 15 registraram atrasos e dois foram cancelados. Dos 75 voos internacionais previstos, sete atrasaram e dois foram cancelados.

Movimentação intensa e filas de passageiros enche saguão do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciou procedimentos mais rigorosos de inspeção dos passageiros e de bagagens (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Quais foram as medidas anunciadas pela Anac?

Revista física: todos os passageiros estão sujeitos a passar por uma revista física, feita por um agente do mesmo sexo. Isso pode ser feito de forma aleatória, ou seja, mesmo que não tenha sido disparado o alarme do equipamento de raios X. De acordo com a Agência Nacional de Aviação, a revista poderá ocorrer em local público ou reservado, a critério do passageiro e do agentes, e com presença de testemunha.

Notebook: Os passageiros terão que tirar computadores portáteis e outros dispositivos eletrônicos de dentro das malas e mochilas. Antes, segundo a Agência Nacional de Aviação, a medida só era obrigatória para os voos internacionais.

Abertura de bagagem: Os passageiros também podem ter de abrir as bagagens de mão para que os agentes façam a inspeção dos objetos. Isso pode ser solicitado no momento da passagem pelo equipamento de raios X.

As filas ficarão mais longas?

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que representa Avianca, Azul, Gol e Latam, informou que os operadores aeroportuários preveem que a mudança aumentará o tempo de chegada às salas de embarque.

A Agência Nacional de Aviação informou que serão tomadas medidas para evitar possíveis filas, mas não detalhou os procedimentos previstos. “Os operadores aeroportuários estão cientes dos novos procedimentos de segurança e adotarão as medidas necessárias para agilizar o processamento dos passageiros.”

Que horas o passageiros deve chegar ao aeroporto?

As empresas aéreas orientam os passageiros dos voos nacionais a se apresentarem para o check-in com antecedência de pelo menos 1h30 antes do horário de saída do voo.

Crianças também podem ser revistadas?

Crianças também podem ser submetidas à revista física. A Agência Nacional de Aviação não informou a idade mínima por “questões de segurança”.

O que pode acontecer com quem se negar a passar pela revista?

Se o passageiro se negar a passar pelos procedimentos de inspeção, ele não poderá acessar a área de embarque do aeroporto.

As medidas valem para todos os aeroportos?

A mudança vale para voos nacionais e internacionais em todos os aeroportos brasileiros.

As medidas estarão em vigor exclusivamente para a Olimpíada?

Não. A inspeção mais rigorosa tem prazo para acabar. A Agência Nacional de Aviação afirma que a medida, que começará dias antes da Olimpíada, não tem ligação com os jogos ou com outro fator externo.

Deixe seu comentário

comentários

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here