Para evitar estupro, lei deixa mulheres pegarem ônibus fora do ponto oficial em Itapetininga

Com o objetivo de evitar estupros ou assaltos, uma lei criada em Itapetininga permite que mulheres tenham o direito de entrar e sair dos ônibus circulares fora dos pontos de ônibus depois das 21h. Votada e aprovada na sessão da Câmara na segunda-feira (30), a proposta aguarda sanção no Executivo.

A Prefeitura de Itapetininga afirmou que não pode estipular data para aprovação do projeto, mas que deve acatá-lo sem pedir alterações. A empresa Viação Rosa, responsável pelo transporte público no município, preferiu não se posicionar por não ter ciência da lei.

O projeto de lei foi criado pelo vereador Milton Nery Neto, que alegou ser necessária a medida devido à vulnerabilidade das mulheres após este horário. De acordo com ele, o objetivo é permitir que as usuárias saiam dos ônibus mais perto do destino, diminuindo os riscos que sofram algum tipo de violência, como assaltos e estupros, por exemplo.

Fonte: TV TEM

Deixe um comentário