Banheiros de estações de trem da CPTM ficam fechados em São Paulo

Banheiros da CPTM ficam fechados ou apresentam problemas em ao menos cinco estações da capital paulista e região metropolitana, como constatou levantamento do telejornal Bom Dia São Paulo da TV Globo.

Às 13h30 do dia 2 de junho, os banheiros da Estação da Luz, a mais movimentada da capital estavam fechados. Os passageiros não sabem o motivo e dizem que a informação é porque estão em manutenção. Um funcionário disse a equipe do telejornal Bom Dia São Paulo para fazer a reclamação por escrito, relatando o problema.

Procurado, o responsável pela estação disse que pede para as pessoas que querem muito usar o banheiro, que utilizem os da Linha 4-Amarela, mas ele fica fora da estação e a pessoa que sair e voltar tem que pagar de novo.

Um dia depois, 3 de junho, os banheiros da Estação Mogi das Cruzes da Linha 11-Coral estavam fechados. A informação é que estavam em manutenção havia 3 dias. Na Estação Presidente Altino, na Linha 8-Diamante, os banheiros estavam abertos, mas nem todos os passageiros conseguem usar. Não há papel higiênico.

Na Estação Franco da Rocha, da Linha 7-Rubi, os banheiros foram inaugurados em 2014, mas na última quinta-feira, às 10h45, eles estavam fechados. Quando os funcionários querem usar o banheiro, eles levam baldes porque a bomba que puxa água das caixas está quebrada.

A CPTM disse ao telejornal Bom Dia São Paulo, que não há lei que obrigue as estações a ter banheiros para os passageiros, mas que oferece em 84 das 92 estações, sem cobrar tarifa. Em caso de urgência, os agentes das estações são orientados a encaminhar os usuários até os banheiros das áreas operacionais, complementa.

A CPTM disse ainda que, muitas vezes, os banheiros precisam de manutenção por causa de atos de vandalismo. Eles enviaram fotos que mostram vasos sanitários e luminárias quebradas e pichações. Além disso, a CPTM disse que há furto de saboneteiras, torneiras e papel higiênico.

Fonte: G1

Deixe um comentário