Vem privatização do Metrô de São Paulo por aí

Há algumas semanas, o Governo do Estado de São Paulo anunciou um programa de demissão voluntária para os trabalhadores do Metrô. Espera-se que entre 700 a 800 funcionários venham a aderir a esse programa. Entretanto, não há nenhuma sinalização de que essas vagas serão preenchidas novamente. Na prática, serão centenas de funcionários a menos no Metrô.

Esse é mais um de uma série de ataques do governo Geraldo Alckmin contra o Metrô. A intenção é diminuir na marra a qualidade do transporte público para, mais pra frente, justificar a privatização do serviço.

O site Conversa Afiada conversou com Altino Prazeres, presidente do Sindicato dos Metroviários, que falou sobre este e outros ataques do governo Geraldo Alckmin contra o Metrô e a população da Grande São Paulo.

Assista o vídeo:

Deixe um comentário