Trem da Linha 7-Rubi da CPTM está com uma barata morta na luminária

123
Foto: Derick Toshiba

Um trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) está com uma barata morta na luminária, há pelo menos dois dias. O inseto foi observado no dia 11 de maio pelo passageiro Geraldo e um SMS foi enviado para a empresa às 8h37. Além deste inseto morto, há também luminárias com lâmpadas queimadas.

Além do SMS Denúncia (11) 97150-4949 e uma postagem feita no perfil no Twitter @geraldopostMAG, o passageiro foi informado que a empresa faz manutenções preventivas e “intensifica as manutenções no período em que há suspensão das atividades operacionais na madrugada”.

Confira abaixo a nota completa publicada no Twitter:

“Bom dia, informamos que manutenções preventivas e corretivas são necessárias em todo sistema de transporte, inclusive no ferroviário, para a continuidade da prestação de serviços. A Companhia intensifica as manutenções no período em que há suspensão das atividades operacionais na madrugada (das 01h00 às 04h00). No entanto, este período pode ser insuficiente para que sejam executados todos os serviços necessários ou de maior complexidade. Por esta razão é que são realizados nos períodos de menor movimento e finais de semana, minimizando o impacto sobre a maioria dos usuários. No momento, não existem obras de manutenção sendo realizadas que estejam interferindo na regularidade da circulação.”

Na manhã desta quinta, dia 12, o Geraldo pegou a mesma composição da CPTM no mesmo horário e às 8h09 mandou um tuíte para a CPTM. “Peguei o mesmo trem e a barata está aqui no mesmo lugar. #cptm #linha7”, a empresa me respondeu “Vamos reforçar a notificação à área responsável. Agradecemos o contato.”

DOENÇAS

Segundo o site controleambiental.com.br as baratas podem transmitir diversas doenças, como a Hepatite A, quando elas entram em contato com água, alimentos e objetos por onde as baratas passaram.

As baratas podem também transmitir doenças como tuberculose, conjuntivites, lepra, pneumonia e outras doenças. A sua presença é relacionada diretamente à falta de higiene do local.

Fonte: Geraldo Post

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here