Taxistas fazem protesto contra projeto de lei que regulariza o aplicativo Uber em São Paulo

105
Taxistas realizam ato no acesso para o subsolo do aeroporto de Congonhas na manhã desta quarta-feira (4) local. (Foto: Tatiana Santiago/G1)

Taxistas realizam manifestações em diversos pontos da cidade na manhã desta quarta-feira (4). Alvo de críticas por parte da categoria, o projeto de lei que pode liberar o Uber deve ser votado nesta tarde.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), um grupo de profissionais fecha a Rua Maria Paula, onde fica a Câmara Municipal de São Paulo, desde às 3h.

Às 9h30 um outro grupo realizou um ato no Aeroporto de Congonhas e bloqueou o acesso a Avenida Washington Luís, na altura da Praça Comandante Lineu Gomes, no acesso para o subsolo do local.

Às 11h, a CET teve registro de um bloqueio total da Avenida Cruzeiro do Sul no sentido Santana, em frente ao Terminal Rodoviário do Tietê.

Às 12h, a Companhia confirmou a interdição da Rua José de Oliveira Coutinho, no Terminal Barra Funda, e afirmou que os taxistas que estavam na Avenida Washington Luís seguiam em carreata pela Rua Moreira Guimarães, no sentido Santana, no horário.

Na terça-feira (3), a maioria dos líderes de partidos quis discutir o projeto de lei 421, que trata da regulamentação de aplicativos de transporte individual.

Porém, o líder do Governo na Câmara Municipal de São Paulo, vereador Arselino Tatto, conseguiu no fim da tarde as 28 assinaturas necessárias para incluir o projeto na pauta de votação desta quarta.

* Atualização: 11h57

Fonte: G1

Deixe seu comentário