Carreta pega fogo e interdita a Rodovia Castelo Branco no sentido interior

A rodovia Castelo Branco foi totalmente liberada, no sentido interior paulista, após um caminhão que transportava produto químico pegar fogo por volta das 3h50 desta quarta-feira (18).

De acordo com a CCR Via Oeste, que administra a rodovia, a última faixa foi liberada por volta das 7h20. As outras duas faixas da via haviam sido liberadas por volta das 6h50.

Às 8h40, a concessionária registrava lentidão em dois pontos da pista expressa: do km 14 ao km 15, no acesso à pista marginal, e do km 19 ao km 27, altura onde aconteceu o acidente. Na via marginal, os motoristas encontram morosidade de 9 km, que se estende do km 15 ao km 24. Em direção à capital paulista, o motorista não encontra retenção.

O caminhão foi deslocado para o acostamento, onde equipes da concessionária terminam a limpeza. Por isso, o acostamento continua interditado.

O acidente aconteceu por volta das 3h50 e interditou as três faixas da Castelo Branco em direção ao interior paulista. Segundo a concessionária que administra a via, o motorista percebeu o incêndio no veículo, estacionou no acostamento e chamou socorro.

O motorista, segundo a CCR Via Oeste, transportava herbicida, produto altamente tóxico. Pelo menos cinco carros do Corpo de Bombeiros foram até local para controlar o incêndio. As chamas só foram controladas após uma hora, por volta da 4h40.

O incêndio ocorreu na altura do km 27, em Barueri, na Grande São Paulo. Durante a interdição, a concessionária fez um desvio na altura do km 26 por dentro da cidade de Barueri.

A Cetesb (Companhia Ambiental do Estado São Paulo) chegou ao local por volta das 7h50 para ajudar nos trabalhos. O motorista não ficou ferido no incêndio.

A Cetesb afirmou que o produto químico Ametrina é um herbicida utilizado na lavoura de cana-de-açúcar. Se inalado é altamente tóxico e pode causar irritação em contato com a pele e olhos.

* Atualização: 07h50

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe um comentário