Fábrica de trens da Hyundai Rotem em Araraquara será inaugurada em março

1163
Foto: Prefeitura de Araraquara

A fabricante sul-coreana Hyundai Rotem já está com a data marcada para a inauguração de sua fábrica de trens em Araraquara, no interior de São Paulo, 23 de março.

Segundo o presidente da Hyundai Rotem Brasil, Sungha Jun, a empresa deverá contratar nos próximos dias mais 100 funcionários para trabalhar na fábrica, onde estão sendo montados os trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

O executivo também informou que outro barracão será construído para atender a demanda da fabricação de locomotivas, bem como, das caixas de aço dos trens, que atualmente são importadas.

“Hoje, importamos esse material da Coréia do Sul; a ideia é que essa estrutura seja construída na unidade de Araraquara. Desta forma, eliminaremos alguns impostos, que deverão ser revertidos em investimentos para o município”, explicou o presidente Sungha Jun.

Nos barracões da nova unidade da Hyundai Rotem, em Araraquara, serão realizados testes no ar condicionado dos trens, portas e eletricidade. “Temos uma sala de teste estático, onde os trens passam por revisão e controle de qualidade”, afirmou o presidente da Hyundai Rotem. “Oito carros da CPTM e quatro de Salvador já estão sendo testados aqui na fábrica”, revelou.

Foto: Prefeitura de Araraquara

Fábrica da Hyundai-Rotem deve gerar mais 100 vagas de emprego

A Hyundai-Rotem já investiu cerca de R$ 100 milhões em Araraquara na construção de sua fábrica e, de acordo com o prefeito Marcelo Barbieri, contribuirá para a caracterização da área como um polo metro ferroviário do país.

O empreendimento já gerou 120 vagas diretas e ainda deverá gerar ainda em 2016 mais de 100 vagas diretas, em suas novas instalações.

A unidade da Hyundai-Rotem iniciou sua produção já em 2015 na antiga fábrica da IESA em um espaço locado. “Eles têm contratos firmados e querem participar de forma intensa no mercado brasileiro. No total, a empresa sul coreana tem contrato para a fabricação de 112 carros para a capital baiana e mais 240 carros para a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).”

Deixe seu comentário