Veja o melhor horário para pegar a estrada neste feriado

463

1,7 milhão de carros devem viajar em direção ao litoral e ao interior.
Confira os melhores horários para evitar o congestionamento.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) estima que 1,7 milhão de veículos vão deixar a cidade de São Paulo entre o dia 30 de abril e 4 de maio, para o feriado do Dia do Trabalho, na sexta-feira (1). A partir da tarde de quinta-feira, o fluxo de saída de São Paulo se intensifica.

Os motoristas com destino às rodovias devem evitar o sistema viário principal entre as 14h e as 22h, segundo a CET.

As concessionárias das principais rodovias que levam ao litoral e ao interior do estado de São Paulo realizam operações especiais de atendimento aos motoristas.

Confira a seguir os dias e horários que devem ser evitados pelos motoristas:

Corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto

Mais de 800 mil veículos devem passar pelas vias durante o feriado, segundo a concessionária Ecopistas.

Na saída dos motoristas, o fluxo de veículos deve ser mais intenso das 15h às 18h de quinta e entre 9h e 12h da manhã de sexta-feira (1). No retorno a São Paulo, o maior fluxo de veículos está previsto para o período entre 14h e 17h de domingo.

Em caso de emergência, os usuários devem solicitar o auxílio da Ecopistas através do telefone 0800 777 0070.

Sistema Castello Branco-Raposo Tavares

São esperados 558 mil veículos no sentido interior, de acordo com a concessionária CCR ViaOeste. Os horários de pico para sair da cidade são, na quinta-feira, entre 14h e 23h e, na sexta, entre 6h e 13h. No retorno, a concessionária estima que o maior volume esteja concentrado entre 10h e 22h de domingo.

Na sexta-feira e no domingo, o tráfego de caminhões está proibido na rodovia Castello Branco.

Em caso de emergência, os usuários devem solicitar o auxílio da CCR Via Oeste através do telefone 0800 701 5555.

Sistema Anhanguera-Bandeirantes

Cerca de 660 mil veículos devem circular nas vias do sistema Anhanguera-Bandeirantes entre os dias 30 de abril e 3 de maio.

Na quinta-feira, o horário de maior movimento para a saída da capital deve durar das 15h às 20h e, na sexta, das 10h às 13h. Na volta à capital, o fluxo é mais intenso das 12h às 20h.

Caminhões estão proibidos de circular no sentido São Paulo da Bandeirantes, entre as 14h e 22h da sexta e do domingo, entre o km 48 e o km 23. Nesse trecho, devem utilizar a Anhanguera.

Em caso de emergência, os usuários devem solicitar o auxílio da CCR Autoban através do telefone 0800 055 5550.

Rodovias Padre Manoel da Nóbrega, Manoel Hyppolito Rego, Mogi-Bertioga, Floriano Rodrigues, Tamoios e Raposo Tavares

A Secretaria Estadual de Logísticas e Transportes (SLT) estima que mais de 1 milhão de veículos trafeguem pelas rodovias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) durante o feriado de Tiradentes.

A previsão é que mais de 384 mil veículos utilizem as vias em direção ao litoral e mais de 615 mil carros se dirija ao interior e à região serrana.

O movimento mais intenso na saída do feriado é esperado entre as 12h da quinta-feira e as 2h da sexta-feira. Ainda na sexta, a partir das 7h, o movimento volta a crescer e permanece intenso até as 18h. No retorno, a previsão de maior movimento é entre 12h de sábado e 2h de domingo.

O acostamento na rodovia Manoel Hyppolito do Rego pode ser liberado entre o km 214 e o km 211 para desafogar o tráfego com destino ao litoral. A liberação também pode ser feita no período de volta à capital, no mesmo trecho.

Caso o volume de tráfego ultrapasse 1.500 veículos na rodovia, o fluxo de veículos que trafegam no sentido Bertioga – São Sebastião será desviado para o acesso à praia do Indaiá, com retorno à rodovia no km 214.

Na descida ao litoral pela Rodovia dos Tamoios, em caso de congestionamento, será implantada uma faixa extra no trecho de serra, altura do km 68.

Na Mogi-Bertioga, a faixa suplementar pode ser liberada entre o km 92,5 e o km 98.

No retorno do feriado, será autorizado o uso do acostamento do km 279,3 ao km 284 na rodovia Padre Manoel da Nóbrega.

Em caso de emergência, os usuários devem solicitar o auxílio do DER através do telefone 0800 055 5510.

Sistema Anchieta-Imigrantes

A concessionária Ecovias estima que 270 mil veículos passarão pelas vias do Sistema em direção ao litoral.

O fluxo de veículos em direção à Baixada Santista deve aumentar na sexta a partir das 16h. Nesse período será implantada no trecho de serra a Operação Descida, quando os motoristas terão como opção para a descida os dois sentidos da Anchieta e a pista sul da Imigrantes. Apenas a pista norte da Imigrantes fica disponível para a subida.

A operação funciona entre as 16h da quinta-feira e as 2h da sexta, e volta a ser implantada entre as 8h e 15h do mesmo dia.

No domingo, o tráfego de retorno deve ficar mais intenso a partir das 11h. Neste horário, começa a Operação Subida, com previsão de término às 22h. As duas pistas da Imigrantes e a pista norte da Anchieta funcionarão no sentido São Paulo.

Em caso de emergência, os usuários devem solicitar o auxílio da Ecovias através do telefone 0800 19 78 78.

Dutra

A concessionária CCR Nova Dutra prevê que cerca de 260 mil veículos devem deixar São Paulo pela via Dutra entre 0h de quinta-feira e 0h de sexta.

No trecho paulista da rodovia, o tráfego deve ficar intenso entre 16h e 20h de quinta e entre 7h e 13h de sexta. No retorno, o tráfego deve ser maior no domingo, das 16h às 20h.

Nos trechos em obras da rodovia, há alterações na via. No sentido São Paulo da Dutra, no km 170,8, o tráfego flui apenas na pista da direita. No sentido Rio de Janeiro, na mesma altura, apenas a pista da esquerda está livre.

Fernão Dias

A saída de São Paulo deve ter tráfego intenso na quinta-feira, das 16h às 23h, e na sexta-feira, das 6h às 14h. O retorno a São Paulo deve ter maior movimentação no domingo, das 12h às 23h, e na segunda, das 6h às 12h.

Em caso de emergência, os usuários devem solicitar o auxílio da Autopista Fernão Dias através do telefone 0800 283 0381.

Régis Bittencourt.

A saída de São Paulo para o interior e para Curitiba deve ter maior fluxo de veículos na quinta-feira, das 17h às 22h, e na sexta, das 6h às 13h. O retorno a São Paulo deve ficar mais intenso no domingo, das 14h às 22h.

Por conta de obras na região da Represa Capivari, no Paraná, há desvio de tráfego entre os km 41,8 e 44,1. O tráfego deve ficar mais lento na região e a Concessionária pode implantar uma operação Pare e Siga.

Em caso de emergência, os usuários devem solicitar o auxílio da Autopista Régis Bittencourt através do telefone 0800 7090 116.

Deixe seu comentário