SPTrans troca Bilhete Único sem avisar e bloqueia créditos de alunos

274

A SPTrans, empresa de transporte municipal em São Paulo, começou a trocar o Bilhete Único Escolar sem avisar e bloqueou os créditos dos cartões que ainda estão em uso. A mudança pegou os estudantes de surpresa e tem causado confusão.

Segundo a SPTrans, todos os 500 mil estudantes cadastrados vão ter os cartões substituídos, sem custo, neste mês.

São bilhetes de beneficiados pelo passe livre e de alunos que pagam meia tarifa.

Batizado de Carteira Nacional de Identificação Estudantil, o novo bilhete está sendo enviado às instituições de ensino, onde deve ser retirado pelos alunos. Porém, os estudantes consultados pela reportagem da Folha de São Paulo só souberam da necessidade de trocar o bilhete quando os créditos foram bloqueados ou não conseguiram fazer novas recargas. Eles reclamam que não foram informados sobre a necessidade da troca.

A estudante de ciências contábeis Paloma de Andrade Santos, 22 anos, descobriu ontem que os créditos da cota de passe livre de maio tinham sido bloqueados. “Carreguei ontem e usei. Hoje, já não consegui usar e tive que pagar a passagem. Agora tenho que pegar outro cartão na faculdade, mas ninguém avisou.”

A estudante de biologia Camila Afonso Mileiro, 22 anos, soube da necessidade da troca depois que tentou recarregar o cartão e não conseguiu. “Liguei na SPTrans e ninguém me falou nada sobre a necessidade de trocar o bilhete”, disse.

O novo bilhete foi feito em parceria com entidades estudantis, como a UNE (União Nacional dos Estudantes) e a Umes (União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo), e garante a meia-entrada em cinemas, teatros, shows e eventos esportivos.

Segundo a SPTrans, os novos bilhetes começaram a ser expedidos em abril e a estimativa é que a entrega seja concluída ainda neste mês.

A substituição não terá custo para o estudante, diz a SPTrans, mas quem pedir a emissão de um novo terá que pagar R$ 24,50. Esse valor será repartido com as entidades estudantis, que ficarão com R$ 11,90. O novo cartão poderá ser usado por cinco anos, com o pagamento anual de R$ 24,50.

Deixe seu comentário