Noite dos Tambores chega em sua quinta edição e leva música dos terminais urbanos de ônibus

179

Esquentando os tambores, do dia 18 ao dia 20 os terminais de Santo Amaro, Capelinha e Guarapiranga abrem o espaço para que os tambores sejam tocados pelo público

Com a participação de 10 grupos percussivos, oficinas gratuitas, exposição, cortejos e 40 horas de programação, o evento reúne a cultura e tradição do tambor celebrando a diversidade
Barbatuques (São Paulo), Orquestra de Tambores de Aço (Campinas), Império Serrano (Rio de Janeiro) e Dida Banda Feminina (Bahia) são algumas das principais atrações deste ano

Organizada pelo grupo Umoja (São Paulo), a Noite dos Tambores chega em sua quinta edição e traz 40h de atividades gratuitas para cidade de São Paulo. Neste ano, a Noite dos Tambores acontece no dia 23 de maio (sábado), na Casa de Cultura do M’ Boi Mirim, a partir das 20h, com entrada gratuita.

Para esquentar e afinar os instrumentos com o público, nos dias 18, 19 e 20 de maio a Noite dos Tambores ocupa os Terminais de Ônibus: Santo Amaro, Capelinha e Guarapiranga levando a diversidade do tambor ao público e convidando todos a tocar um instrumento percussivo.

Além dos shows nos dia 23, a NOITE DOS TAMBORES abre para o público a exposição Tambores da Noite com instrumentos confeccionados pelo luttier Luiz Poeira e exposição fotográfica com imagens das edições anteriores registradas pelo fotografo Leonardo Galina (Guma).

NOITE DOS TAMBORES NOS TERMINAIS

18/05 > Terminal Santo Amaro -10h às 18h
19/05 > Terminal Capelinha – 10h às 18h
20/05 > Terminal Guarapiranga -10h às 18h

SOBRE A NOITE DOS TAMBORES

A NOITE DOS TAMBORES é um encontro único na cidade que traz um panorama significativo da diversidade rítmica percussiva de diversas matizes, possibilitando a circulação, difusão, valorização da música percussiva, a formação de público em parceria com escolas públicas e ações culturais da região da zona sul de São Paulo.

O evento que há cinco anos inunda as ruas da zona sul com timbres e a diversidade dos tambores, neste ano conta com a participação de grupos que vão do eixo paulista: Barbatuques, É Di Santo, Ilu Obá de Min, Orquestra de Tambores de Aço (Campinas), Casa de Batuqueiro (Piracicaba), Tchá Degga Da (Sorocaba), passando pelo Rio de Janeiro com a particiapação da bateria da Império Serrano, chegando na Bahia com a Dida Banda Feminina e integrando o Uruguai, com o grupo Nación Zumbalele. Animando o público e alinhavando as apresentações o evento será orquestrado pelo poeta e MC Akins Kinte e pelo DJ Erry-G.

Com curadoria do bailarino e produtor cultural Euller Alves, a NOITE DOS TAMBORES tem como principal objetivo reunir os diferentes timbres, toques, contextos sagrados e festivos onde os tambores aparecem, combinando a diversidade rítmica com a social. Nesses cinco anos de existência, a Noite dos Tambores passou a ser considerada como a ‘Virada Cultural’ do tambor na capital paulista reunindo, ao longo desses anos mais de três mil pessoas na noite de shows e nas atividades paralelas que incluem: cortejos, oficinas e exposição.

Nas palavras de Euler Alves “esta edição é uma parte das conexões e de todo nosso axé plantado nos últimos anos em nosso trabalho e em nossas vidas. O som dos tambores que estamos percutindo nos conecta muito além do nosso coração”.

Mais informações:
Facebook: www.facebook.com/noitedostambores
Site: www.noitedostambores.com

Deixe seu comentário