Rede Noturno transporta mais de 700 mil pessoas e alcança 99% de cumprimento de partidas nas madrugadas de Março

192
SPTrans Ônibus
Foto: Divulgação

Desde o início da operação, na madrugada do último dia 28 de fevereiro, o índice de partidas cumpridas nos horários programados chegou a 99,92%. Nos cinco primeiros finais de semana de funcionamento da nova Rede, foram transportados mais de 322.456 usuários de ônibus: uma média de mais de 32 mil passageiros por noite de sábado ou domingo. O interesse e a confiabilidade dos paulistanos são crescentes em relação ao novo serviço, que tem operação controlada pela SPTrans por meio de tecnologia.

A nova rede de ônibus que funciona durante a madrugada, o Noturno, da 0h às 4h, transportou um total de 727 mil passageiros, do dia 28 de fevereiro ao dia 31 de março, e realizou 83.848 viagens. O serviço alcançou o patamar de 99,62% de cumprimento de partidas na madrugada da última terça-feira, 31 de março.

Esses são os dados do primeiro balanço concluído pela SPTrans sobre o desempenho da Rede Noturno, que foi criada com o objetivo de oferecer uma alternativa de transporte aos paulistanos que trabalham ou saem para se divertir quando já não há mais transporte de massa disponível.

Os índices de cumprimento de partida vêm se mantendo estáveis desde o começo da operação, mas o volume de usuários continua crescendo gradativamente, conforme o serviço e seu funcionamento vão se tornando conhecidos da maior parte da população.

A rede Noturno funciona com 50 linhas estruturais, que circulam a partir dos grandes corredores viários e terminais de ônibus. Os trajetos planejados passam junto ou próximo a estações do Metrô, hospitais e áreas de entretenimento. Essas linhas estruturais alimentam outras 101 que realizam o atendimento local, nos bairros de toda a cidade.

O bom desempenho do serviço também vem sendo favorecido pelo comparecimento total da frota, de 454 veículos. Há, ainda, 88 carros reservas, usados para garantir o cumprimento dos horários programados para as partidas e, assim, maior confiabilidade ao sistema.

As Linhas e Terminais mais procurados pela população

Entre as três linhas mais procuradas pelos paulistanos neste primeiro mês da Rede Noturno, estão itinerários da Zona Sul ligando terminais da região. Juntas, as três somaram 94.258 passageiros, o que equivale a quase 13% do total registrado no período.

N701/11 TERM. SANTO AMARO – TERM. PQ. D. PEDRO II (VIA SANTO AMARO/9 DE JULHO) – 39.877 passageiros transportados
N703/11 TERM. JD ÂNGELA – TERM. SANTO AMARO – 30.999 passageiros transportados
N706/11 TERM. CAMPO LIMPO – TERM. PINHEIROS – 23.382 passageiros transportados

Já entre os 32 terminais de ônibus municipais e metropolitanos, destacam-se cinco:

1. Terminais Parque D. Pedro II (23 linhas noturnas)
2. Terminal Pinheiros (14 linhas noturnas)
3. Terminal Santo Amaro (11 linhas noturnas)
4. Terminal Capelinha (08 linhas noturnas)
5. Terminal Grajaú (08 linhas Noturnas)

A Movimentação dos Passageiros

O aumento da demanda pelas linhas do Noturno tem sido grande. Números preliminares indicam, por exemplo, crescimento de 95% no número de passageiros na madrugada de 29 de março, domingo, com 36.924 passageiros transportados, em relação aos domingos anteriores à implementação do novo sistema, que tiveram média de 18.984.

As madrugadas dos sábados e domingos têm sido as mais procuradas pelos passageiros. Como ocorreu já no segundo domingo do Noturno, em 8 de março, com 30.583 usuários.

A operação controlada é realizada pelas equipes da São Paulo Transporte (SPTrans) e Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), que utilizam sistemas baseados no GPS para monitorar e ajustar o cumprimento de horários, além de garantir fluidez ao trânsito.

A rede noturna completou 30 dias de operação no dia 29 de março. Confira também dados de 28 de fevereiro à 29 de março, que representam os 30 dias corridos:

Passageiros transportados – 698.435
Passageiros transportados nos fins de semana – 322.456

Deixe seu comentário