Veja onde estacionar sua bicicleta em São Paulo

1755

A cidade de São Paulo vai, aos poucos, se tornando mais acessível para os ciclistas. Ciclovias e programas de empréstimos de bicicletas têm facilitado a locomoção do paulistano, mas ainda falta muito para a nossa cidade se tornar totalmente amigável aos ciclistas. Um dos pontos mais críticos é a segurança e a disponibilidade estacionamentos para as bikes.

Percorri a cidade de São Paulo atrás de opções de estacionamentos para as bicicletas e posso dizer que gostei do que vi. Ainda faltam vagas, mas a expectativa é de que esse número aumente dia após dia.

Shoppings

Todo mundo diz que shopping é a praia do paulistano. Sendo assim, nada mais justo do que usar essa estrutura para abrigar estacionamentos em pontos estratégicos da cidade.
Uma lei municipal de 2012 obriga os shoppings a disponibilizar vagas para as magrelas de acordo com o número total de vagas para os automóveis. Alguns estabelecimentos já oferecem bicicletários bem equipados e com comodidade para os ciclistas.

No shopping Eldorado, um projeto funciona desde 2012 e recebe, além das bikes dos clientes, as de pessoas que moram no entorno do local e usam o shopping para guardar a magrela. “O bicicletário vem no sentido de ajudar o usuário e os clientes a terem um transporte alternativo. Temos espaço para a bike com segurança e alguma conveniência, como um bebedouro, um local para o ciclista descansar e armários”, disse o controller do Shopping Eldorado Wladimir Tinoco.

Na região da avenida Paulista, o Shopping Center 3 também aposta na chegada de consumidores ciclistas com a implantação da ciclovia da avenida. Atualmente, o estabelecimento conta com 20 vagas diárias fixas durante a semana e 10 vagas extras nos finais de semana. Também na Paulista, o shopping Pátio Paulista conta com 10 vagas e incentiva o passeio de bikes pelo projeto “Pedalando com o Pátio”, que promove voltas ciclísticas.

O shopping Ibirapuera, um dos mais tradicionais de São Paulo, também conta com 15 vagas. Já no Pátio Higienópolis, o ciclista recebe um cadeado para poder trancar a bike no local adequado. O estabelecimento, no entanto, não informou o número de vagas oferecidas.

Metrô e CPTM

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) oferece quase 7 mil vagas em suas estações. O maior bicicletário fica na estação Mauá, com 1.968 vagas e é administrado pela empresa Askobike, em parceria com a CPTM.

Segundo o site do Metrô, desde agosto de 2013 os dez bicicletários das estações Sé, Liberdade, Paraíso, Tamanduateí, Vila Madalena, Itaquera, Guilhermina, Carrão, Brás e Santa Cecília disponibilizam vagas das 6h às 22h.

Vagas na rua

A prefeitura vem implementando paraciclos destinados ao estacionamento de bicicletas pelas ruas da cidade. Neles, o ciclista pode amarrar a bike e sair para fazer suas atividades.

Se você ainda tem dúvidas de onde para a bike em São Paulo, confira esse mapa colaborativo com pontos onde as “magrelas” são aceitas.

Fonte: Viver SP – Terra

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here