Bilhete Único do Professor: Conheça quais são os recursos e benefícios

0
631
Bilhete Único Deficiente Bilhete Único do Desempregado Bilhete Único do Professor
Foto: Reprodução

O Bilhete Único do Professor é um excelente recurso para os profissionais da área da educação, principalmente por atribuir um desconto de até 50% nas passagens do sistema de transporte sobre trilhos (Metrô e CPTM) da capital paulista. O professor não tem direito as cotas para o sistema de ônibus municipais da SPTrans, nem ao benefício da gratuidade.

Muitos professores geralmente dedicam-se a dar aulas em mais de uma instituição de ensino e geralmente precisam fazer mais deslocamentos pela cidade do que outros profissionais ou pessoas que circulem de um lado para o outro.

Diante disso, sem esse tipo de recurso, os gastos com transporte seriam muito mais elevados, e até mesmo inviáveis.

Para garantir um benefício a esses profissionais, esse bilhete foi criado e pode ser usado por professores que lecionem nos cursos do ensino fundamental, médio, superior e também técnico e profissionalizante – devidamente autorizados pela autoridades competentes da Educação, ministrados por instituições de ensino da rede pública ou privada oficializadas.

Quem pode possuir o Bilhete Único do Professor e como deve ser feita a solicitação?

Para ter direito ao Bilhete Único do Professor é necessário que os profissionais sigam alguns critérios e exigências básicas.

São três critérios exigidos:

  • Professores que lecionem nos cursos do ensino fundamental, médio, superior e também técnico e profissionalizante. Para tanto, é necessário que haja o cadastro no sistema de Bilhete Único Escolar da SPTrans;
  • É necessário ser residente pelo menos a um quilômetro de distância da instituição de ensino, e no caminho de ida e volta (casa/escola) é necessário que haja uma oferta de transporte coletivo urbano (Metrô e CPTM);
  • O professor não pode ser beneficiário de nenhuma gratuidade relacionada ao sistema de transporte disponível na cidade de São Paulo;

Para manifestar o interesse de obter esse bilhete, o professor precisa procurar a instituição de ensino onde leciona e solicitar as informações necessárias.

A instituição de ensino enviará à SPTrans um arquivo eletrônico contendo seus dados para processamento para iniciar o processo.

Depois de dar esse passo e também na sequência a liberação da concessão por parte do sistema, o professor já poderá fazer a solicitação imediata do beneficio.

Vale destacar que isso somente é possível após a liberação da concessão. Se tudo estiver dentro das regras estabelecidas, o profissional deverá ir presencialmente até um dos postos autorizados pela SPTrans para confirmar a solicitação.

Vale destacar que também é possível fazer a personalização do Bilhete Único com o nome social do solicitante.

A solicitação do Bilhete Único do Professor deve ser feita aqui (clique no link Professor: solicitar o cartão), a revalidação pode ser feita aqui clique no link (Professor: solicitar o cartão) ou nos Postos de Venda e Atendimento quando da compra da cota.

solicitação e revalidação do bilhete único do professor
No site http://estudante.sptrans.com.br na opção “Revalidação/Solicitação” clique no link “Professor”
bilhete único do professor
Após clicar em “Professor: solicitar/revalidar o cartão” irá aparecer a tela para digitar login e senha

A aprovação da foto ocorre logo após o envio, e caso não seja aprovada o professor recebe uma mensagem eletrônica informando o fato. Para prosseguir no processo de solicitação do benefício é necessário que a foto seja aprovada. Saiba o que fazer caso esteja com dificuldade de importar a sua foto.

Se o profissional quiser, também pode acompanhar o processo de emissão do cartão. Para tanto, basta acessar o Canal do Estudante (na opção: Veja como está a situação do seu cadastro na SPTrans) e avaliar o andamento da situação do pedido.

O prazo de entrega é de aproximadamente 20 dias, contando a partir da data de solicitação – esse prazo vale tanto para a primeira via como também para a segunda via.

A primeira via do Bilhete Único do Professor custa equivalente a cinco tarifas vigentes de ônibus e a segunda via do Bilhete Único do Professor custa equivalente a dez tarifas vigentes de ônibus.

Como o professor pode saber o valor de créditos contidos na sua cota?

Para saber quantas viagens você conseguirá fazer com os créditos do seu bilhete basta fazer o seguinte:

– Pegue o total de viagens que você tem direito mensalmente pela tarifa vigente para os professores – que é de 50% do valor habitual.

Nesse caso, se você possui 48 viagens por mês seu valor em dinheiro será de 48 multiplicado por 50% do valor da tarifa habitual. O resultado será o seu valor creditado todos os meses.

Já as cotas para cursos devem ser calculadas por meio da base da estrutura curricular referente a cada curso, considerando também alguns outros fatores, como por exemplo, a carga horária letiva, duração e demais informações que devem ser informadas pela instituição de ensino.

Mas é interessante que o professor tenha conhecimento também sobre a possibilidade de eventualmente alterar essas cotas estabelecidas. Isso pode ser feito quando ocorrem mudanças acerca das estruturas dos cursos – quando isso acontece é necessária sinalizar oficialmente à SPTrans.

Diante desse tipo de situação, a SPTrans deverá realizar uma nova análise para averiguar se de fato as cotas precisam sofrer alguma alteração.

Informações adicionais

Para saber mais informações ou até mesmo consultar detalhes e demais questões que você queira sanar, pode-se acessar a seção de Perguntas Frequentes do Bilhete Único do Professor.

Nesse link o professor poderá conferir as dúvidas mais recorrentes acerca desse assunto e também conferir quais são as melhores medidas a serem adotadas para solicitação de primeira e segunda via do Bilhete Único do Professor.

As dúvidas também podem ser esclarecidas pelo telefone 156.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO