​Pista da ciclovia Rio Pinheiros é liberada após obras de recuperação

0
25
Ciclovia Rio Pinheiros
Foto: Divulgação

O trecho da ciclovia Rio Pinheiros entre a Estação Granja Julieta da Linha 9-Esmeralda e a Ponte João Dias será reaberto neste sábado, dia 28 de outubro, a partir das 5h da manhã. O trecho de 2 quilômetros foi interditado para realização de obras da Prefeitura de São Paulo no Complexo Viário Laguna/Itapaiúna. Após a conclusão dessas obras, a pista ficou muito danificada e precisou ser recuperada. As intervenções, realizadas pelos consórcios que executaram as obras da Prefeitura de São Paulo, contemplaram a restauração do asfalto, implantação de sinalização de solo, serviço de poda e capinagem entre outros.

Com a conclusão dos trabalhos, a ciclovia volta a operar entre as estações Villa Lobos-Jaguaré e Vila Olímpia e entre a Estação Granja Julieta e a Avenida Miguel Yunes, 620, após a Estação Jurubatuba. A pista está aberta diariamente das 5h às 19h30, inclusive aos domingos e feriados, durante o horário de verão.

Pista provisória

Em função das obras da Linha 17-Ouro do Monotrilho realizada pelo Metrô, um trecho com cerca de 4,5 km da ciclovia Rio Pinheiros está interditado, entre as estações Vila Olímpia e Granja Julieta. Para atender os ciclistas, o Metrô implantou uma via alternativa do outro lado da Marginal Pinheiros, com acesso pela Ponte Cidade Jardim e transposição pela Ponte João Dias.

Sobre a Ciclovia Rio Pinheiros

A ciclovia Rio Pinheiros pertence à CPTM e tem 21,5 km de extensão, ao longo da linha 9-Esmeralda, no trecho que vai da Avenida Miguel Yunes (entre as estações Jurubatuba e Autódromo) até a Estação Villa Lobos-Jaguaré. Ao todo, são seis acessos: um pela Avenida Miguel Yunes, 620; quatro junto às estações Jurubatuba, Santo Amaro, Vila Olímpia e Cidade Universitária; e o sexto pela ciclopassarela da Prefeitura de São Paulo nas proximidades da Ponte Cidade Jardim (Parque do Povo).

A ciclovia tem como diferencial seis pontos de apoio com banheiro, bebedouro e atendimento, localizados ao longo do percurso: Avenida Miguel Yunes, Santo Amaro, Vila Olímpia, Cidade Jardim, Cidade Universitária e Villa Lobos-Jaguaré. Além disso, há um estacionamento para carros com 45 vagas, no acesso pela Avenida Miguel Yunes.

Aos domingos, a ciclovia recebe cerca de 2.900 ciclistas, aos sábados 2.000 ciclistas e nos demais dias 1.200 ciclistas. Atualmente, a média é de 48 mil ciclistas por mês. Desde janeiro deste ano, foram computados 382.238 ciclistas.

Outra forma de incentivo ao uso de bicicletas é a permissão do acesso de ciclistas nos trens da CPTM, de segunda a sexta-feira, das 20h30 até o encerramento da operação, aos sábados, a partir das 14h e aos domingos e feriados, durante todo período comercial, das 4h até meia-noite.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO