Vandalismo nas composições da CPTM causa prejuízo de mais de R$ 4 milhões por ano

0
27
Vandalismo
Foto: Divulgação/CPTM

Apesar de todas as medidas de segurança adotadas pela CPTM, como vedação da faixa ferroviária com muros, instalação de câmeras frontais nos trens e rondas de agentes de segurança, os casos de vandalismo nas composições continuam acarretando enormes prejuízos financeiros e de ordem social.

Além de tirar a composição de circulação para manutenção, os reparos causados por vandalismo representam valores consideráveis no orçamento da Companhia. Em 2016, foram registrados 3.050 casos que custaram mais de R$ 4,3 milhões aos cofres públicos, dinheiro que poderia ser investido em modernização de estações, por exemplo.

Deste total, R$ 610.857,77 foram gastos em substituição de 188 para-brisas, quebrados por apedrejamento. Os vândalos atuam geralmente de fora da faixa ferroviária, em cima de viadutos e nos trechos em que há comunidades lindeiras, dificultando a ação dos agentes de segurança. Somente neste ano, até 30 de junho, já foram vandalizados 192 para-brisas.

Foto: Divulgação/CPTM

As ocorrências registradas por linha contabilizam:

Linha 7-Rubi com 18 casos;
Linha 8-Diamante com 61 casos;
Linha 9-Esmeralda com 6 casos;
Linha 10-Turquesa com 38 casos;
Linha 11- Coral com 31 casos;
Linha 12-Safira com 38 casos;

A Linha 8-Diamante foi a que mais realizou substituição de para-brisas. No ano passado, foram substituídos 48 para-brisas, ao custo de R$ 611 mil. Somente nos seis primeiros meses deste ano já foram trocadas 61 peças, ao custo de R$ 908,8 mil. A frota da Linha 8 é composta exclusivamente por trens novos da série 8000 e cada substituição de para-brisa custa cerca de R$ 14,8 mil.​

Foto: Divulgação/CPTM

Prevenção

A CPTM investe em segurança a fim de inibir a ação dos vândalos. Para isso, reforça o patrulhamento ostensivo e preventivo no interior das composições, organizando rondas 24 horas/dia nos 260 km da malha ferroviária, além de blitz e operações especiais com a participação da Polícia Militar e Civil.

Em casos de denúncias, o anonimato é garantido. A empresa pede a colaboração dos usuários e os orienta a procurar os funcionários nas estações ou comunicar o fato através de SMS para o Disque Denúncia pelo telefone 9 7150-4949 ou ao Serviço de Atendimento ao Usuário, pelo telefone 0800-055-0121, ligação gratuita.

Vandalismo

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO