SPTrans adota Bilhete Único permanente para pessoas com deficiência irreversível

Medida facilita vida de pessoas com deficiência no transporte público

0
649
Bilhete Único Deficiente
Foto: Reprodução

Portadores do Bilhete Único Especial (Pessoa com Deficiência) que possuam deficiência física irreversível não precisarão mais revalidar anualmente seus cartões junto à SPTrans a partir de amanhã, 1º de setembro. A medida beneficiará 24 mil pessoas que utilizam o transporte público gratuitamente.

Antes desta decisão, esses passageiros precisavam comparecer ao posto central da SPTrans uma vez por ano, para revalidar seus bilhetes. A partir de agora, basta continuar utilizando o cartão normalmente, sem a necessidade de qualquer trâmite junto ao poder público.

Com a medida, a SPTrans atende uma demanda antiga dos usuários, que a atual gestão conseguiu implementar neste momento ao realizar ajustes nos validadores.

A revalidação automática vale para as pessoas que possuem o cartão com a seguinte inscrição: BENEF-PERMANENTE – REVALIDAÇÃO ANUAL. Assim, esta revalidação anual não precisará mais ser feita.

Pessoas que receberem o cartão pela primeira vez a partir de setembro já o terão somente com a inscrição BENEF-PERMANENTE.

Em caso de morte do titular do bilhete, a SPTrans será informada pelo Sistema de Controle de Óbitos e o cartão será cancelado imediatamente, evitando qualquer tipo de fraude.

A renovação segue valendo para pessoas com deficiências temporárias ou com possibilidade de reversão. Nesses casos, o prazo de validade do benefício varia de acordo com a patologia, entre um, dois e quatro anos. No total, 200 mil pessoas possuem o Bilhete Único Especial (Pessoa com Deficiência).

Atende

Além do Bilhete Único Especial, a SPTrans conta com outro serviço essencial às pessoas com deficiência: o Atende, uma modalidade de transporte porta a porta a pessoas com deficiência física com alto grau de severidade de dependência. Autistas e surdocegos também podem contar com as 407 vans e 100 táxis adaptados que operam nesse sistema.

Com auxílio do Atende, os usuários fazem seus deslocamentos para atividades relacionadas a questões de saúde, trabalho, estudo e, também, atividades culturais e de lazer e integração. Em um mês típico, cerca de 5 mil usuários e mais de 3 mil acompanhantes são transportados.

Todos os veículos são adaptados de acordo com as normas de segurança existentes. Os motoristas, por sua vez, são devidamente treinados para lidar com passageiros com deficiência física, autismo e surdocegos.

Ao longo dos anos, o Atende recebeu vários prêmios na categoria “Reabilitação de Pessoas com Deficiências”, mostrando a importância e o reconhecimento da qualidade do serviço.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO